• Ceclin
set 23, 2010 1 Comentário


Oposição acusa que ônibus universitário é locado

Na terça feira (22), a Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão realizou a última Sessão Ordinária antes das eleições 2010.
Aberta a Sessão pelo presidente e secretário, as ausências ficaram por conta dos vereadores Sylvio Gouveia (PSB) e André de Bau (PMN).
Ocupando a Tribuna, o vereador Geraldo Enfermeiro (PSB) fez graves denúncias contra a administração do prefeito Elias Lira (DEM), enfatizando quanto ao ônibus que desfilou pelas ruas da Vitória no último sábado. Geraldo apresentou cópia de documentos, que segundo ele, comprovam que o ônibus é locado e não pertence ao Município. Conforme o documento apresentado pelo ex-presidente da Câmara, o veículo pertence à empresa denominada SOVITRAN, com sede em Vitória de Santo Antão, porém o proprietário e a localização da mesma não foi apresentada.


Aproveitando o gancho de críticas e denúncias, o oposicionista ainda falou quanto aos fatos que aconteceram na atual gestão que para ele é motivo para uma CPI, pelo qual requer várias investigações, tecendo várias críticas à política de saúde da Vitória de Santo Antão.
Usando a palavra por meio de um aparte, o vereador Pedro Queiroz (PPS), apoiou a fala de Geraldo Enfermeiro em parte. Em seu tradicional tom sarcástico, Queiroz também teceu críticas à Prefeitura da Vitória. No caso das outras denúncias, o parlamentar defendeu o Prefeito Elias Lira se referindo ao caso das finanças, do qual sua Secretária desviou quase 1 milhão de Reais dos cofres da Prefeitura, lembrando que o Executivo encaminhou esta denúncia para o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Encerrando seu pronunciamento, Geraldo Enfermeiro pediu que fosse tomado ciência e que suas denúncias fossem encaminhadas ao MPPE e ao TCE.
Logo, o vereador Dr. Saulo (PSB) que em um breve pronunciamento mencionou o caso do ônibus universitário, para ele foi um ato absurdo e desnecessário por se tratar de um dia de bastante movimento nas ruas da Vitória de Santo Antão. Lamentou o valor gasto com o ônibus, sugerindo que esse tipo de verba poderia ser melhor aproveitado.
Outro tema abordado por Dr. Saulo foi a sucessiva doação de terrenos do Município para a instalação de Empresas na cidade. Acredita que os critérios de doação precisam ser revistos, ressaltando que nenhuma dessas empresas que estão recebendo terras vitorienses tenha apresentado algum tipo de projeto ambiental e ou paisagístico.
Em mais um aparte, o vereador Pedro Queiroz afirmou que Vitória de Santo Antão está abrindo mão da defesa do meio ambiente, afirmando que não está se preocupando com a qualidade de vida e de seu futuro, exemplificando o fato ocorrido na cidade de São Paulo há alguns dias, onde mal se conseguia respirar devido à poluição.
Dr. Saulo encerrou defendendo a proposta de Geraldo Enfermeiro para que se investigue as denúncias dirigidas durante a sessão.
Último orador, Novo da Banca (PSB?) aproveitou o tempo de um minuto que lhe restava para se manifestar por homenagear os Radialistas, em razão de tratar-se do dia em que se comemora a profissão. Fez um Requerimento para que esta homenagem fosse enviada a todas as emissoras de Rádios da cidade. Por fim, cutucou também a aquisição do ônibus universitário, defendendo que seja investigado, porém ressaltou que existiram falhas semelhantes na gestão do ex-prefeito José Aglaílson (PSB).

Encerrando, o Presidente Mano Holanda (PMDB) leu a odem do dia, pelo qual foram aprovados de forma coletiva alguns Requerimentos, alguns que serão apreciados pelas Comissões da Casa.


por Everton Alambergue,
enviado especial à Câmara.