• Ceclin
set 07, 2008 4 Comentários


O Presidente e os Nordestinos

Fico pensando. Se Serra tivesse sido eleito e mantido a política que todos dizem foi criação de Fernando Henrique, como estaria nosso País ?
-Será que o conceito internacional de País com economia consolidada, estaria no mesmo nível de agora ?
-O tão famoso e divulgado Risco Brasil, andava a quantas?

-Os investimentos da Petrobras em prospecção teriam sido otimizados e chegado aos resultados que comemoramos atualmente ?

-A venda, produção e financiamento de veículos e imóveis a juros acessíveis a todas as classes sociais, estariam batendo recordes sucessivos a cada semestre?

-A polícia federal, com “grampos” ou sem, teria levado a cadeia os figurões que a mídia mesmo a contragosto tanto divulga?

-Os propagadores de escândalos teriam tanto trabalho em lançar todo mês um bombardeio pra manchar o trabalho do presidente?

-A credibilidade, e a solidez de nossa economia e de nossa moeda estaria estampada em todas as casas de cambio de todos os aeroportos dos principais países do mundo ?

-O povo brasileiro estaria dando a mesma popularidade, com índices de satisfação, acima da média de todos os outros governos mensurados pelo IBOPE/Datafolha, etc.?

-Nós, nordestinos estaríamos comemorando investimentos de bilhões de dólares em empresas estruturadoras, produção de navios petroleiros, refinaria de petróleo e indústria farmacêutica?

Pois é! Chegamos ao cúmulo de sentir que existe muitas vagas disponíveis e que, infelizmente, nossos jovens não estavam preparados para esse milagre. A preparação está acontecendo agora, correndo atrás do prejuízo.
Será que o nordeste seria enxergado por sulistas, como é enxergado por um nordestino, matuto, ex-operário, analfabeto e pobre.
Lembro de presidentes que preferiam o cheiro de cavalos, que chamava aposentados de vagabundos e um que até afirmou que tinha “aquilo rôxo”, mas, algum investimento realmente estruturador aqui no nordeste, lembro não.

Assim, sou muito mais Lula com seus erros, sua pouca cultura seu desastre na escolha de assessores, pela sua inegável disposição em investir no bem social (Bolsa família, Bolsa escola) que redistribui a receita nacional e pulveriza a oportunidade do pobre e desempregado, consumir, enfim… comer.
O resto é despeito, é inveja porque ele está fazendo um bom governo, contrariando aqueles que torcem contra porque não votaram no homem. Deixa o homem trabalhar!

por Valdemiro Cruz,
leitor articulista.