Ceclin
abr 14, 2015 0 Comentário


O Povo Acordou, por Valdemiro Cruz

Charge-TV-GloboPor Valdemiro Cruz 

Após longos e longos anos de domínio absoluto, criteriosamente dividido e loteado por uma elite monopolista e nababescamente bem remunerada à custa de generosas fatias desviadas de cofres públicos para privilégio de alguns, o Brasil viveu tranquilo, calmo e silencioso.

País das maravilhas, os ricos mandavam, os pobres obedeciam e serviam, como deve ser o modelo imposto pela classe dominante.

Por um vacilo ou por excesso de confiança eis que surge nova opção de governo sob a promessa de esperança, de mudanças.

Ouvia-se falar em corrupção e desvios, mas logo se atribuía a “coisa de uma oposição radical e revanchista”.

As articulações políticas para retomar o poder foram ficando cada vez mais elaboradas, mais agressivas e chegando ao ponto de querer tomar o poder a todo custo, valendo inclusive golpe midiático e apelando-se para golpe militar.

Quando certas MUDANÇAS começaram, instalou-se o mal estar generalizado entre os que viveram sempre longe dos pobres. Estudar em Faculdades e Universidades, viajar de avião, comprar carro zero, ter casa própria… esse povinho tá muito metido à besta.

Filhos de empregada doméstica, de pedreiro, de garçom estudando Direito, Medicina, Engenharia, isso é fim de mundo, isso é golpe eleitoreiro.

Povinho desses com Cartão de Crédito, Conta em Banco, Limite de Crédito, isso é ridículo, temos que acabar com isso.

Na verdade, tudo isso muito incomoda quem sempre monopolizou os recursos financeiros do País e teve sempre o domínio absoluto de tudo, na moita, na surdina, entre os mesmos,  é o caso da Petrobras (envolvendo empreiteiras, financistas, altos escalões administrativos e políticos,  do trensalão e do metrôSP , do HSBC (ricaços com contas bancárias na Suíça, muitas provavelmente jamais declaradas ao fisco) e do Carf (grandes empresas e bancos, como Gerdau, Bradesco, Santander, Ford etc., que promoviam corrupção de milhões para não pagarem impostos de bilhões).

Hoje muitos donos do poder, que sempre gozaram de imunidade absoluta, com bens bloqueados e sem poder fechar novos contratos com o poder público, estão pedindo falência (recuperação judicial) e despedindo empregados em massa. Para além de incontáveis ações de reparação de danos (materiais e morais) e CPIs, jamais na nossa História, dezenas desses nababescos cleptocratas (ladrões do dinheiro público) foram encarcerados como agora.

Destaque-se os dois grandes temores das classes dominantes: serem enquadradas pela lei e pela Justiça em razão das suas roubalheiras e explorações;  e terem que enfrentar a rebelião das massas indignadas, o que já  estão acontecendo.

Uma boa maioria ainda conta com fiéis seguidores esperançosos de retomar o poder e voltar a mamar descaradamente acobertado por um sistema midiático comprometido até o pescoço com toda a falcatrua que existia e que por vivencia-lo, hoje encontra com toda facilidade tudo que eles próprios criaram e antes escondiam porque lucravam muito mais com tudo isso.

É vergonhoso e temerário o papel de muitos jornalistas pagos para plantar notícias e fatos derrotistas contra o Brasil e seu patrimônio, alienando uma massa irresponsável  e revanchista que fazem o papel de “mulas” multiplicando incansavelmente tudo que se origina dessa produção doentia e fascista.

Essa é a hora do desespero geral, do tudo ou nada, pois, estão sentindo que toda a boataria, toda a engenharia do mal, a bruxaria pelega e pessimista, não chegaram a abalar a estrutura que foi montada pelo povo, e ainda restam a Esperança e o Trabalho que são as armas dos pobres.  O povo acordou… adeus burguesinhos lixo.

Valdemiro_Cruz

 

Por Valdemiro Cruz, Colunista do Blog.