Ceclin
fev 04, 2014 0 Comentário


O engodo do governo Elias Lira

Querendo vender uma imagem forçada de que a atual administração da Prefeitura da Vitória de Santo Antão, Zona da Mata pernambucana, se trata de uma gestão dinâmica e que procura transformar a cidade em um canteiro de obras, o quarto e último governo do Prefeito Elias Alves de Lira (PSD), “conv$nc$u” um tradicional jornal pernambucano a mostrar ruas pavimentadas e praças reformadas como obras estruturadoras do novo momento econômico que vive Vitória de Santo Antão.

Ora pois! Um cidadão mais antenado e ou um técnico sério reconheceriam o quanto tem de engodo o teor publicado recentemente pela imprensa da capital. O grande desafio do Poder Público de modo geral é tentar equilibrar o desenvolvimento econômico com o desenvolvimento social. Contudo, o governo tacanho de Elias Lira não consegue enxergar o tamanho desta tarefa. Tapar buracos, pintar meio-fio e restaurar praças é obrigação de qualquer Prefeito que não queira ser taxado de no mínimo preguiçoso. Vitória tem problemas estruturais crônicos, todos do conhecimento do atual prefeito, pois dos quatro mandatos de Elias Lira, este último, ganha em mediocridade. É fato que este desenvolvimento industrial veio pela força do poder econômico que constata esta cidade como veia dorsal da Zona da Mata, no entanto, nunca este desenvolvimento veio pelas forças políticas locais.

Veículo anunciou duas vezes... Por qual razão? A primeira nota foi no dia 17/01/14 e depois nada saiu. Já na segunda nota, no dia 31/01/14, saiu no dia seguinte a matéria sobre Vitória. Ingerência?

Este governo é um belo engodo! É um belo assinador de ordens de serviços fantasmas! É plagista, sobretudo quando vende determinadas obras públicas como suas, quando na verdade são do Governo Lula e Dilma Rousseff. O governo Elias Lira é exemplo de como aprender a superfaturar obras. Elias Lira, os Secretários José Barbosa e Manoel Jorge são exímios superfatureiros.

Os Novos desafios para uma nova Vitória? #SQN