Ceclin
out 04, 2011 3 Comentários


O dilema do vereador Mano Holanda

Mano Holanda: PSC ou o PSD? Eis a questão!

Lugar garantido nas duas últimas décadas na Câmara de Vereadores da Vitória e um dos parlamentares mais bem votados do Município da Vitória de Santo Antão, tendo toda sua atividade política exercida pelo PMDB do saudoso ex prefeito José Augusto Ferrer, Mano Holanda vive até sexta-feira, dia 07 de outubro, um dilema em que partido aportará para tentar novamente voltar à Casa Diogo de Braga, do qual foi Presidente no último biênio.

Desligou-se do PMDB depois do ingresso do médico Edvaldo Bione na legenda. A previsão é que Bione contará com o apoio do grupo empresarial da PITU, através do empresário Alexandre Ferrer, atual presidente do PMDB na cidade, patrimônio este que o vereador Mano Holanda não poderá mais contar. Tendo sido o único parlamentar do partido na cidade, acabou se desligando do PMDB,  alegando que estava sem espaço e desprestigiado pelo diretório municipal, porém, segundo os recentes fatos políticos registrados, a insatisfação do partido deve-se a postura política tomada por Mano Holanda quando este apoiou para Presidente da Câmara de Vereadores o ex-prefeito José Aglaílson (PSB)principal opositor da atual gestão. 

Tendo que decidir seu futuro partido a fim de disputar uma das 15 vagas nas eleições 2012, Mano Holanda tem caminhado para formalizar o ingresso ao PSC, do Deputado Federal Eduardo Cadoca, presidido há longa data em Vitória pelo atual Secretário de Desenvolvimento Econômico Hildebrando Lima. A outra opção seria o PSD,  do ex-deputado André de Paula, presidido em Vitória pelo filho do Prefeito Elias Lira, o advogado Joaquim Elias.

 Contudo, vários pré-candidatos do PSC que ficaram suplentes na última eleição estão reticentes com o ingresso do parlamentar à legenda. Inclusive tendo a possibilidade de contar também com o ingresso de outro vereador, Irmão Duda, que sai do PSDC e tenta ingressar no PSC para renovar o mandato. O PSD aguarda a oficialização do Prefeito Elias Lira que caminha para abandonar o DEM. O PSD já conta com os vereadores André de Bau (ex PMN) e Novo da Banca (ex PSB). De modo que um partido com candidatos com mandato acaba assustando os outros que tentam conquistá-lo. O impasse partidário do odontólogo Mano Holanda persiste até então…