Ceclin
Maio 10, 2014 0 Comentário


O Brasil e a Copa

por Valdemiro Cruz

Qualquer país do planeta exultaria de alegria e orgulho em sediar um evento tão importante.

Povos de todo o Continente esperam com ansiedade por essa oportunidade. Trata-se do encontro, de 4 em 4 anos dos melhores atletas do planeta em busca do Campeonato Mundial de Futebol, esporte aliás que conquistou corações em torno de todo o mundo. Mesmo onde não há condições de se praticar tal desporto, caso do Alasca e outras regiões inóspitas, há muitas pessoas torcendo por seus craques, seus times.

Atualmente o Brasil tem o privilégio de sediar esse evento, mas, ao contrário do que se esperava de início a situação é bastante preocupante, não pelo evento em si, que só capitaliza festas e muita alegria, mas, pelo que fizeram com “nossa Copa”.

Se no momento da decisão da FIFA existia muita euforia e amplas condições, não foi pensado na coincidência com Ano Eleitoral no Brasil. Ano em que os interesses são extremamente exacerbados e campeia a ganância e a chantagem de todos os segmentos.

Por outro lado, a construção de estádios e a promessa de obras de infraestrutura empolgou a população e desencadeou nos políticos a avidez por aditar licitações para as construtoras de plantão, contumazes em gerir grandes obras e financiar campanhas politicas.

Juntou-se a fome e a vontade de comer na mesa farta governamental após uma arrecadação tributária que ultrapassa trilhões de Reais. Situação perfeita em ano de eleições presidenciais.

Hoje o quadro espelha ameaças de greve de servidores, de policiais, protestos generalizados, insegurança, anarquia e por traz de tudo isso, uma imagem negativa desse País lindo e maravilhoso que é o Brasil. Atualmente nosso Brasil é foco das atenções de todo o mundo.

Faltam hospitais e medicamentos, as escolas estão em precárias condições, são lamentáveis as condições da maioria das rodovias, não temos ferrovias, a segurança pública está abaixo do mínimo, as prisões estão superlotadas e sem politicas de ressocialização…mas TEMOS A COPA!

Não se investiu em campanhas de patriotismo ao longo de tantos anos e hoje resta ao País administrar um contingente de jovens amparados pelo ECA-Estatuto da Criança e do Adolescente e uma Lei que garante amparo e maior Liberdade as mulheres (Maria da Penha) muitos desses egressos de uma situação de miserabilidade (abaixo da linha da pobreza) que hoje tendo acesso ao novo mundo, tudo pede, tudo quer, tudo exige ou tudo QUEBRA, na violência, na porrada.

Se o desempenho de nosso escrete nacional honrar os anseios de nossos fanáticos torcedores, ainda nos restará algo de alegria e comemorações, caso contrario iremos lamentar por muitos anos o desperdício dessa tão rara oportunidade.

Verdade é que tudo de mau que sobrar, será dividido equitativamente para o povão, crise, inflação, desemprego, trevas e ranger de dentes, porque a grana, o superfaturamento de obras e os desvios de verbas já foram, como de costume RATEADOS pelos mesmos espertinhos e santinhos de sempre. Depois os veremos e suas obras na campanha política.

Assim, nessa agonia só nos resta um grito: SENHOR DEUS, POR MISERICÓRDIA SALVE O BRASIL.

 

 por Valdemiro Cruz,

Colunista do Blog.