Ceclin
dez 25, 2019 0 Comentário


Número de condutores embriagados aumenta nas festas de fim de ano

Ano Novo_pixabay

Segundo dados da PRF, flagrantes de motoristas sob efeitos de álcool cresceu mais de 100% em um ano 

Dirigir em plenas condições físicas e psíquicas é um dos principais requisitos para um trânsito seguro. Infelizmente, os acidentes de trânsito devido à ingestão de bebidas alcoólicas vêm aumentando ano a ano, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que aponta um crescimento de assustadores 107% na Operação Ano Novo de 2018 em comparação com a mesma operação de 2017, saindo 640 casos para 1.327.

De acordo com o artigo 165 do CTB, o condutor flagrado dirigindo sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência comete uma infração gravíssima, com um valor de multa que pode ser multiplicado por 10. As penalidades foram ainda aumentadas em 2018, com as alterações na Lei Seca, que passou a prever pena de reclusão de cinco a oito anos, e suspensão ou proibição do direito de dirigir.

“Álcool, drogas e direção não combinam, pois alteram os reflexos e debilitam a concentração, essenciais para quem vai dirigir. Um condutor responsável não deve colocar em risco os pedestres, outros condutores e suas famílias e amigos. A frase ‘se beber não dirija’ é um mantra que todos os condutores devem seguir em qualquer dia, mas, principalmente, nesses períodos de festas e comemorações”, comenta Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons.

Lide Multimídia