Ceclin
mar 24, 2017 0 Comentário


No Dia de Combate à Tuberculose, Pernambuco alerta para diagnóstico e tratamento precoce

Doença é considerada a mais letal e que mais mata pessoas com Aids no mundo. No ano passado, 387 pessoas morreram com a doença no Estado.

combater-a-tuberculoseCom  4.646 novos casos ao longo de 2016 em Pernambuco, a tuberculose é considerada a doença mais letal do mundo e a que mais mata pessoas vivendo com a Aids. No Estado, a cidade com a maior incidência de mortes foi o Recife, com 103 dos 387 óbitos registrados em decorrência da enfermidade. Na capital, foram registrados quase 95 casos para cada 100 mil habitantes. Nesta sexta-feira (24) é celebrado o Dias Mundial de Combate à Tuberculose, para conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce.

Em 2016, o índice de casos de tuberculose por 100 mil habitantes aumentou de 93 para 94,85, em relação a 2015. Habitualmente, a doença se prolifera principalmente em ambientes insalubres e sem saneamento básico. O diagnóstico precoce e o tratamento correto são importantes para evitar a tuberculose multirresistente. A enfermidade é curável, com tratamento gratuito, fornecido pelo SUS. Em todo o mundo, são mais de um milhão de mortes anuais por tuberculose. A doença afeta principalmente os pulmões, existindo também em outras formas, como ganglionar periférica, pleural, cutânea, oftálmica, renal, meníngea, entre outras, sendo transmitida pelo bacilo de Koch.

G1/PE