Ceclin
fev 05, 2009 0 Comentário


Náutico goleia o Vitória por 5×1


Carlinhos Bala, mais uma vez, foi um dos principais nomes do Alvirrubro no jogo, marcando dois gols

GUSTAVO LUCCHESI

Com o treinador Roberto Fernandes tendo declarado na última terça-feira que o segundo turno já começou para os seus comandados, o Náutico provou ontem que irá entrar a mil por hora na segunda metade do Estadual, ao golear o Vitória, por 5×1, no Carneirão. Apesar da vitória, os alvirrubros continuam oito pontos atrás do líder Sport, que também ganhou. E mesmo precisando de um milagre para conseguir vencer o primeiro turno, o Timbu não quis saber de moleza e aplicou a sua maior goleada na competição.
Com o Tricolor das Tabocas parecendo não ter entrado em campo, errando demasiadamente nas saídas de bola, não demorou para os visitantes abrirem o placar, aos 12 minutos, com Carlinhos Bala usando a cabeça para fazer 1×0, após cruzamento de Anderson Lessa.

Aos 18, o Vitória resolveu acordar e fez o seu único lance de perigo, com o veterano Dinda batendo falta raspando a trave de Eduardo. No lance, o zagueiro Vágner tomou o seu terceiro cartão amarelo e está fora da partida de sábado, contra o Petrolina. Com os alvirrubros voltando a dominar a partida, o placar quase era ampliado aos 31 minutos, se o zagueiro Galiardo não se metesse no meio do caminho de uma falta venenosa de Carlinhos Bala.
E não era mesmo o dia do Vitória. Logo com dois minutos da etapa final, o jovem Dinda fez boa jogada e cruzou para Carlinhos Bala, de peixinho, novamente usar a cabeça para fazer 2×0. Relaxado com a vantagem, o Alvirrubro deu espaço para os tricolores, que, aos dez minutos, descontaram com Sandro Miguel, de cabeça. Porém, o Náutico tratou logo de jogar um balde de água fria em qualquer possibilidade de reação. Aos 14, após escanteio batido pelo estreante Édson Miolo, Vágner desviou no primeiro pau, e Galiardo completou para o gol, ampliando a vantagem.
Com a porteira aberta, aos 19, Gilmar tabelou com Dinda, recebeu dentro da área e tocou na saída de Fernando Henrique para fazer o quarto gol. Com a partida já liquidada, aos 34, o lateral-direito Carlinhos recebeu dentro da área e deixou de calcanhar para Kuki fechar o placar.

KUKI

O atacante Kuki foi denunciado pela procuradoria do TJD-PE, por conta de um incidente ocorrido após a partida contra o Sete de Setembro, no dia 28 de janeiro, pela sexta rodada do Estadual 2009. Segundo relato do delegado da partida, Roberto Ivo, o atleta teria lhe xingado após o mesmo ter entrado no vestiário alvirrubro à procura de uma das bolas do jogo. Caso condenado, o jogador pode pegar de dois a seis jogos de suspensão, ou na pior hipótese, de 60 a 270 dias longe dos gramados.

Vitória
Fernando Henrique; Adriano (Édson Mendes), Cleiton, Marcão e Sandro Miguel; Marcos Paulo, André (Nininho), Dinda (Jorge Guerra) e Marquinhos; Eduardinho e Alan
Técnico: Peu Santos

Náutico
Eduardo; Carlinhos, Vágner, Galiardo e Édson Miolo; Nunes, Johnny e Dinda (Nilson); Gilmar, Anderson Lessa (Kuki) e Carlinhos Bala (Thiaguinho)
Técnico: Roberto Fernandes

Local: Carneirão (Vitória de Santo Antão)
Árbitro: Cláudio Mercante
Assistentes: Luciano Cruz e Ubirajara Ferraz
Gols: Carlinhos Bala (aos 12 do 1°T e aos 2 do 2°T ), Sandro Miguel (aos 10 do 2°T), Galiardo (aos 14 do 2°T), Gilmar (aos 19 do 2°T) e Kuki (aos 34 do 2°)Cartões amarelos: Sandro Miguel e Marquinhos (Vitória); Vágner, Johnny e Édson Miolo (Náutico)
Público: 2.733 Renda: 14.440 Preliminar: não houve.

(Folha de Pernambuco).