Ceclin
dez 19, 2013 0 Comentário


“Não sei por que mulher gosta tanto de farda”, sentenciou saída de Damázio do Governo Eduardo

O governador Eduardo Campos aceitou o pedido de exoneração do secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, apresentado depois que declarações a ele atribuídas em reportagem do Jornal do Commercio motivaram críticas e cobranças. Ele se reuniu nesta quinta-feira (19/12) com o secretário, agradeceu pelos bons serviços prestados e designou o delegado federal Alessandro Carvalho para responder pela pasta. Eduardo enfatizou que o Pacto pela Vida seguirá seu desenvolvimento pautado em valores, “como politica de Estado que é, acima de pessoas e acima de governos”.

Alessandro Carvalho Liberato de Mattos é o novo secretário de Defesa Social do Estado, após pedido de desligamento do delegado Wilson Damázio. O ato foi provocado por causa da repercussão de suas declarações na entrevista publicada nesta quinta (19) no Jornal do Commercio e que integra a série Casa-grande & senzala.

Na entrevista, Damázio, que foi procurado pela repórter Fabiana Moraes depois dos relatos de abuso de poder (incluindo abuso sexual) do Grupo de Ações Táticas Itinerantes (Gati), da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (Rocam) e Patrulha do Bairro, disse que não aceitava mais comportamentos inadequados da corporação e que os casos registrados estavam sendo punidos, a exemplo dos dois policiais (Patrulha do Bairro) que ano passado foram acusados de forçar uma mulher a praticar sexo oral em ambos dentro de uma viatura.

Ao mesmo tempo, o chefe da segurança civil do governo Eduardo Campos deixou clara uma postura que não condiz com a importância de seu cargo – e não se trata de uma importância relativa ao status, e sim na responsabilidade urgente de se capacitar policiais que não conheçam direitos humanos apenas através de cartilhas. Na conversa, homossexuais foram relacionados à ideia de “desvio de conduta” e mulheres foram alvo de preconceito e generalização: segundo o secretário, elas tem fascínio por policiais fardados.

Wilson Damázio (direita) foi substituído por Alessandro Carvalho (esquerda) Foto: Edmar Melo/JC Imagem