• Ceclin
dez 01, 2013 0 Comentário


Música e boas lembranças marcam o aniversário de 63 anos do Instituto Histórico da Vitória

O Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão (IHGV), comemorou mais um aniversário de fundação na noite da sexta-feira, dia 29. Duas especiais homenagens fizeram parte da sessão solene, quando foi prestado ao Sócio Fundador Severino das Neves Júnior (Sr. Vino), que completou recentemente um centenário de vida, além da Professora Eunice Vasconcelos Xavier, ex presidenta da instituição, que celebrou 09 décadas de existência. Ambos contaram com a produção de vídeos registrando os fatos marcantes destes na instituição.

Os 63 anos foram prestigiados pelo presidente da Câmara Prof. Edmo Neves (PMN), pelo Deputado Henrique Queiroz (PR), o vice Henrique Filho (PR), Subtenente Soares do Tiro de Guerra de Vitória, Jandira Lira representando o prefeito, Lúcia Martins – presidenta da Academia de Letras, sob a condução do presidente do Instituto Pedro Ferrer. Um bolo comemorativo foi cortado para celebrar as três comemorações.

Pedro Ferrer expôs um balanço das atividades realizadas pelo Instituto Histórico ao longo de 2013, quando destacou que a entidade se encontra mais próxima à população e tem estimulado várias atividades de cunho sócio-cultural. Ele apelou aos poderes públicos presentes na solenidade no sentido de viabilizar dois profissionais para o IHGV, a fim de estes desenvolverem projetos de pesquisas históricas com caráter científico.

Aluisio de Melo Xavier Filho destacou os laços de respeito e atenção existentes entre Pedro Ferrer e a sua mãe, Eunice Xavier. Em nome da família ele agradeceu a homenagem honrosa prestada. O centenário de Seu Vino também foi comemorado em cada intervenção dos membros da Mesa. Tio do vereador Edmo Neves, Seu Vino também foi vereador na década de 50 e chegou a exercer por três vezes a Secretaria Municipal de Educação. Confira a história do Sr. Vino clicando AQUI.

Marcando o momento cultural da noite, apresentaram-se os estudantes de música que foram abrigados pelo Instituto Histórico. Afinados com as mais conhecidas músicas do cantor Roberto Carlos, eles fizeram uma ótima apresentação. Trazendo uma performance clássica, compareceu nesta noite um jovem pianista recém chegado da Alemanha que fez um breve recital, encantando a todos os presentes. Na oportunidade, a sessão solene recebeu os três mais novos sócios: Cláudia Vicente, o Radialista Ednaldo Torres e o Secretário de Ação Social Manoel Aldo.

Designado para fazer a palestra histórica da noite de aniversário do IHGV, o empresário do setor de eventos e blogueiro Cristiano Pilako, também sócio da entidade, proferiu sobre a História da Casa do Imperador, hoje sede do Instituto. Pilako fez uma pesquisa no acervo quanto aos dez proprietários que passaram na casa que serve hoje como sede do Instituto Histórico. O casarão foi construído em 1856 pelo advogado Dr. Santos, quando em 1870 vendeu o imóvel para o abastado comerciante José Joaquim da Rocha.

(Foto: Marcio Souza / AVV Imagem).

O imóvel da Rua Imperial que detinha o nº 69 à época, hoje 187, foi sede do Império brasileiro por três dias quando hospedou em meados de dezembro de 1859 a família Imperial.

Para Pilako, este período foi marcante para a história de Vitória, pois a cidade viveu um grande e pior momento. Segundo ele, antes da Visita do Imperador D. Pedro II, a cidade foi acometida pela cólera dizimando milhares de pessoas; contudo, após a visita Imperial a cidade ganhou ares de pólo comercial e social importantes no século 19.

Pilako destacou que a Casa do Imperador foi doada em 06 de maio de 1951, pelo então proprietário José Joaquim da Silva. Este cedeu a primeira sala, e logo depois em 07 de setembro, o Instituto Histórico se instalou definitivamente.

 Confira as imagens…

Fotos: Kylvio Almistron / AVV Imagem