Ceclin
mar 22, 2011 0 Comentário


MPPE pede interdição do estádio de futebol de Carpina

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), em atuação da promotora de Justiça Camila Mendes de Santana Coutinho, propôs Ação Civil Pública com pedido de liminar contra o município de Carpina, após a conclusão de procedimentos de investigação instaurados pelas 1ª, 2ª e 3ª Promotorias de Justiça da cidade para averiguar as condições estruturais do Estádio Municipal.
A medida foi tomada após negativa do município em firmar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) contendo medidas necessárias para adequação do equipamento esportivo, de forma que passasse a contar com as condições necessárias para garantir a segurança de seus frequentadores durante as competições esportivas.

Nas investigações conduzidas pelo MPPE, foram requisitadas a realização de vistorias pelo Corpo de Bombeiros, pela Policia Militar e pela Vigilância Sanitária Municipal, nos moldes que regulamenta o Estatuto do Torcedor.


O resultado dos laudos técnicos, referendados por vistorias paralelas pela equipe da Coordenadoria Ministerial de Apoio Técnico e Infraestrutura (CMATI) do MPPE, comprovaram que os problemas estruturais no estádio são graves e que, mesmo estando em péssimas condições, estão planejados para o mês de maio jogos do Campeonato Pernambucano de Futebol pela serie A2, a despeito do não atendimento às normas técnicas de segurança, vigilância sanitária e infraestrutura.