• Ceclin
abr 01, 2009 2 Comentários


Movimentos sociais pernambucanos realizam ato contra a crise internacional

Ocorreu na manhã desta segunda-feira (30) um ato que reuniu centrais sindicais, estudantes através das entidades representativas (UNE, UEP, UBES, UMES) e demais movimentos sociais em frente a sede FIEPE (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco) na Avenida Cruz Cabugá, na capital pernambucana.
A manifestação faz parte da Jornada de Lutas, que ocorre todos os anos, sempre no mês de março, tendo como tema relacionado para esse ano: “Essa crise não é nossa. Queremos mais conquistas para a Educação“. Fazendo uma alusão aos problemas que o País e o estado vêm enfrentando, com o desencadeamento da crise financeira internacional.
Manifestações como essa, ocorreram por todo o País, tendo em São Paulo reunido cerca de 10 mil pessoas que saíram em passeata da Avenida Paulista até a BOVESPA (Bolsa de Valores de São Paulo), tendo como alvo principal, a condução da política econômica do Banco Central, pedindo a saída imediata do Presidente do Banco Central Henrique Meirelles.
Além de reivindicarem uma melhor condução da política econômica brasileira e maiores investimentos na educação, os estudantes cobram uma nova legislação para a Meia-Entrada, sem restrições de direitos; a manutenção da qualidade de ensino nas instituições particulares de ensino superior, a defesa da intervenção do Estado para evitar abusos nos reajustes de mensalidade, o fim do vestibular e a aprovação do Projeto de Lei de Reserva de Vagas nas universidades públicas.


Por Anderson Diego,
Estudante de Marketing e Tesoureiro Geral da UEP.