Ceclin
fev 08, 2011 0 Comentário


Mototaxistas querem placas em Caruaru


Renata Coutinho

Os mototaxistas de Caruaru reivindicam a colocação de chapas de aluguel, as placas vermelhas, nos veículos que circulam na cidade. A categoria entregou um ofício com um pedido formal ao secretário de Transportes do Estado, Isaltino Nascimento, ao vice- governador, João Lyra, e ao prefeito da cidade, José Queiroz, anteontem. Os trabalhadores até agora não entendem porque não conseguem o emplacamento, já que foram regularizados pela Autarquia de Trânsito e Transporte de Caruaru (Destra), desde maio do ano passado.

De acordo com a resolução 356, de agosto de 2010, a categoria poderia já está com o emplacamento diferenciado. A legislação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) diz que os veículos quando autorizados pelo poder concedente devem ser registrados pelo Órgão Executivo de Trânsito do Estado na categoria de aluguel respeitando uma serie de medidas de segurança. “Já pagamos tudo, regularizamos o que a Destra pediu, mas até agora nada dos nossos direitos”, reclamou o diretor regional do Sindicato dos Mototaxistas, Motoboys, Entregadores e Loteiros de Pernambuco (SINMOTENTLO), Marcos de Lima.
Segundo o diretor de Trânsito e Transporte da Destra, Sérgio Cardoso, a regulamentação do sistema de mototaxi da cidade já foi feita pelo órgão, mas a atribuição de emplacar as motos é competência exclusiva do Detran.

A diretora de operações do Detran, Sandra Barbosa, rebateu afirmando que o emplacamento só é liberado depois de uma série de requisitos, que também passam pelo poder público municipal. “O curso de mototaxista que é uma das exigências ainda não foi validado em Caruaru”, exemplificou ela. A diretora destacou que os dispositivos de segurança devem ser fornecidos pelo fabricante o que não acontece.
(Folha de Pernambuco).