• Ceclin
ago 05, 2009 3 Comentários


Moto-taxi: Regulamentação?

Nossos idôneos e responsáveis congressistas aprovaram e foi imediatamente sancionada a lei que regulamenta as atividades de moto-taxi, moto-boys e moto-seguranças.

Certamente os doutos legisladores ignoraram alguns dados oficiais brasileiros: 10 mil acidentes com vítimas fatais, 500 mil feridos e um custo de 8 bilhões de reais aos cofres públicos por ano com despesas médicas e internações só por acidentes de trânsito. Isso mesmo 8 bilhões por ano.
Essa dinheirama seria mais bem destinada na construção de transporte público, rápido, seguro, moderno como trens e metrô, além de ferrovias ou transporte fluvial em alguns locais específicos. Modernização da frota atual de coletivos, com incentivo a aquisição de veículos modernos, econômicos, menos poluentes e até adaptados a necessidades especiais de idosos e outros usuários.
Falou mais alto a pre$$ão de fabricantes de moto e a avidez dos políticos populistas pelo voto do povo desinformado e alheio aos seus direitos e deveres.
Direito de exigir melhores estradas, maior segurança no trânsito e nos veículos, deveres de respeitar a legislação, não praticar direção perigosa, usar capacete.
Como ficará o trânsito, quando fatalmente aumentará a concorrência por passageiros ? Como serão transportadas as mulheres grávidas e as crianças? Como ficará a higiene dos capacetes de uso coletivo? As empresas de ônibus das pequenas cidades e os motoristas de taxi irão resistir por quanto tempo?
Se os municípios irão normatizar e padronizar autorizando o uso desse serviço, também irão oferecer hospitais com estrutura para cuidar dos acidentados ou continuarão mandando para as capitais que já não atendem a demanda atual?
O veículo (moto) em si não é perigoso, perigosa é a forma com está sendo usada, e a tendência é piorar. Imaginem como ficarão as ruas centrais de nossas cidades onde as calçadas já são normalmente utilizadas por alguns usuários de moto.
Imaginem se algum prefeito resolve dispensar os serviços de um motorista de ônibus que transporta estudantes da zona rural e contrata 40 motos-taxi (40 votos) para fazer esse trabalho, passará a ser visto como pai da pobreza, amparou 40 pais de família, deu emprego, agilizou o transporte e está acobertado pela lei.
Nossos legisladores andam em veículos blindados e com todos os requisitos de conforto e segurança, seus fieis eleitores enfrentarão chuva, sol, poeira, capacetes suados e mal cheirosos, recheados de fungos e parasitas, trânsito caótico e estarão expostos a aguardar horas e horas por atendimento hospitalar, se tiver a infelicidade de ser vítima de um acidente.
Enquanto isso, haja financiamento facilitado, consorcio, sorteio etc. e tome moto nas ruas e BR´s desse paraíso que é o nosso Brasil.

Por Valdemiro Cruz,
Coordenador da Pastoral Carcerária.