Ceclin
mar 10, 2011 0 Comentário


Mortos nas rodovias federais que cortam PE triplica no Carnaval

Folha Digital


Triplicou o número de mortos nas estradas federais que cortam Pernambuco durante o período de Carnaval. O balanço oficial da Operação Carnaval foi divulgado na manhã desta quinta-feira (10), pela Polícia Rodoviária Federal de Pernambuco (PRF-PE).
Em 2010, houveram apenas quatro mortes e, este ano, o número de vítimas fatais subiu para 12. Outras 100 pessoas ficaram feridas nos 179 acidentes registrados pela PRF em Pernambuco.
O maior número de colisões, com 45,8%, ocorreram na BR 101 e outros 27,3% foram registrados na BR-232, duas das principais rodovias federais que cortam o Estado.

A colisão traseira, com 51 acidentes, e a colisão lateral, com 29, foram os tipos de acidentes mais registrados durante a Operação Carnaval. Saída de pista tiveram 22 e colisão transversal 21 acidentes.

Dos dez acidentes que resultaram em óbitos, quatro deles foram do tipo atropelamento, dois foram colisões frontais e as demais foram colisão transversal, capotamento, saída de pista e colisão lateral.

O helicóptero aeromédico da Polícia Rodoviária Federal precisou ser acionado nove vezes durante os dias de folia. Dentre os atendimentos, foram realizados dois resgates de vítimas de acidentes, duas remoções de pacientes em estado grave e dois primeiros socorros nos locais onde ocorreram acidentes de trânsito.

Outras ocorrências – Durante a Operação Carnaval 2011, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu 25 pessoas no Estado de Pernambuco, 23 delas por crimes de trânsito (19 por dirigirem embriagadas). Além dos crimes de trânsito, dois homens foram capturados por possuírem mandados de prisão em aberto.

Com informações da assessoria