Ceclin
abr 16, 2020 0 Comentário


Mortes violentas cresceram 14% em Pernambuco, em março, após início da pandemia

PMPE

Blog do Jamildo 

Pelo noticiário policial já era perceptível, mas os números agora são oficiais.

No mês do início da pandemia do Coronavírus no Estado de Pernambuco, março, o número geral de CVLIs, as mortes violentas,  verificou-se aumento de 14,2%. Os números foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS-PE).

Ao analisar os dados gerais de homicídios, a SDS verificou aumento de 14,2% em março de 2020 em comparação com março de 2019, passando de 316 para 361.

Jan17-mar-2020

No trimestre, a diferença fechou em 10,4% (de 897 para 990).

Onde mais cresceu a violência, naquele mês?

A Zona da Mata apresentou crescimento, saindo de 51 para 78 (52,94%), enquanto a Região Metropolitana (sem contar com a capital) aumentou 20,2%, pois passou de 99 para 119 vítimas.

No Sertão, a alta de 31 para 34 homicídios corresponde a uma diferença de 9,68%.

A SDS preferiu destacar que mais de 160 homicidas foram presos no mês de março.

“…a atuação das forças de segurança pública com o objetivo de prender os autores tem sido fortalecida”,  apontou o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua.

“Somente em março, as forças de segurança pública prenderam em flagrante 73 acusados de homicídios, além de outros 88 por mandado de prisão, totalizando 161 presos em apenas um mês. Em todo o primeiro trimestre, já tivemos sucesso em deter 436 acusados de crimes contra a vida. Retirar essas pessoas de circulação é uma das medidas que vão nos permitir voltar a achatar os índices de CVLI e consolidar em todo o Estado os avanços que já verificamos em diversas Áreas Integradas de Segurança”, afirmou o titular da SDS.

Recife reduz homicídios em março

A capital pernambucana se destacou por apresentar -4,65% crimes violentos contra a vida em março deste ano, em contraposição ao terceiro mês de 2019. De 43 vítimas, passou para 41.

O Agreste é a outra região com recuo, tendo baixado de 92 para 89 casos de CVLI (-3,26%).

Áreas do sertão chegam a menor patamar após meses

Com uma vítima, a Área Integrada de Segurança 25 (dos municípios sertanejos de Cabrobó, Orocó, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista) atingiu em março o patamar mais baixo em 17 meses, uma vez que em outubro de 2017 nenhum crime contra a vida havia se consumado na região.

Já na AIS-24, reunindo dez municípios do Sertão do Araripe, aconteceram dois homicídios em março último. É a menor quantidade de vítimas desde janeiro de 2019, ou seja, 14 meses atrás.

Outros destaques entre as AIS estão no Recife: na AIS 3, que compreende Boa Viagem, Ibura e mais cinco bairros da Zona Sul, os 8 casos do mês passado ficaram acima somente dos 6 ocorridos em agosto de 2019.

Já a AIS 2, que engloba 21 bairros da Zona Norte, como Campo Grande, Arruda e Espinheiro, teve 5 vítimas em março, menor incidência dos últimos 11 meses.

Confira relação dos 86 municípios sem CVLI em março de 2020 (inclui Fernando de Noronha):

Afogados da Ingazeira, Afrânio, Agrestina, Águas Belas, Belém de São Francisco, Betânia, Bodocó, Brejão, Brejinho, Buenos Aires, Cabrobó, Calumbi, Camutanga, Canhotinho, Carnaíba, Carnaubeira da Penha, Casinhas, Cedro, Chã Grande, Correntes, Cumaru, Custódia, Dormentes, Exu, Feira Nova, Fernando de Noronha, Floresta, Frei Miguelinho, Glória do Goitá, Granito, Iati, Iguaraci, Inajá, Ingazeira, Ipubi, Itacuruba, Jaqueira, Jataúba, Jatobá, Joaquim Nabuco, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lagoa dos Gatos, Lagoa Grande, Macaparana, Machados, Maraial, Moreilândia, Orobó, Palmeirina, Parnamirim, Paudalho, Pedra, Petrolândia, Poção, Primavera, Quipapá, Quixaba, Riacho das Almas, Salgueiro, Saloá, Sanharó, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Terezinha, São Benedito do Sul, São Bento do Una, São José do Belmonte, São José do Egito, São Vicente Férrer, Serrita, Solidão, Tamandaré, Terezinha, Terra Nova, Tracunhaém, Trindade, Triunfo, Tupanatinga, Tuparetama, Verdejante, Vertente do Lério e Vertentes.