• Ceclin
jan 30, 2019 0 Comentário


Moreno realizou sua 11ª Conferência dos Direitos das Crianças e Adolescentes

construção de políticas públicas de afirmação á proteção integral de crianças e adolescentes. Foto: Divulgaçao

O evento objetiva a construção de políticas públicas de afirmação à proteção integral de crianças e adolescentes. Foto: Divulgação

Na terça-feira (29.01), a Prefeitura do Moreno, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, realizou, no Sesi, a abertura da 11ª Conferência Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. O objetivo é mobilizar os integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a sociedade, as crianças e os adolescentes para a construção de políticas públicas de afirmação à proteção integral.

Com o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências”, a conferência se norteou em cinco eixos: Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão Social; Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Criança e Adolescentes; Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes e Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes e Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Crianças e Adolescentes

A secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Vera Letícia, fez menção a Integralidade. Na visão dela, o fortalecimento das entidades de acolhimento e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente é fundamental para a identificação de jovens em situação de vulnerabilidade social. “Com tantos avanços ao longo do tempo, ainda hoje, observamos que a maior violência contra as nossas crianças está sendo praticada dentro de casa, nós temos uma luta grande e um compromisso grande em juntos formarmos uma grande rede de proteção aos nossos pequenos”, disse Vera. O prefeito Vavá Rufino (PTB) ressaltou que a conferência vai avaliar o que foi encaminhado e o que ainda não foi, além de nortear os próximos passos dos equipamentos de defesa da criança e do adolescente.

Uma palestra foi ministrada pela Conselheira Tutelar e Assistente Social, Marília Rufino e pela Educadora Social e Fundadora do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua, Helena Jassen. Na abertura do evento, a vereadora Ana Matos representou o Legislativo Municipal e o pedagogo Pedro Rodrigo, o Poder Judiciário.

Nesta quarta-feira (30.01) será realizada a eleição dos delegados municipais por segmento e a plenária final da conferência.