Ceclin
out 10, 2016 0 Comentário


Ministério Público recomenda que Prefeitura de Lagoa de Itaenga realize concurso

prefeitura_lagoa_de_itaenga

O prefeito Lamartine Mendes (PTB), terá que demitir 400 servidores contratados, que segundo o TCE, estão exercendo a função irregularmente

O Prefeito de Lagoa de Itaenga, Lamartine Mendes (PTB), terá que exonerar 400 servidores contratados da folha de pagamento da gestão. A medida foi recomendada pelo Promotor de Justiça do Município, Fabiano Moraes de Holanda Beltrão. Segundo o promotor, o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) teria detectado irregularidades na contratação  dos servidores, onde alguns estavam exercendo a função em outros municípios.

A identificação do acúmulo de funções ocorreu após o cruzamento de dados dos nomes dos contratados, com  a lista de contratados de outras prefeituras. De acordo com a recomendação publicada no Diário Oficial do último sábado (08), o prefeito terá 30 dias para demitir os servidores que acumulam  funções em outros órgãos. Já os demais contratados deverão ser exonerados no prazo de até 90 dias.

O promotor recomendou ao prefeito que realize um concurso  público para o preenchimento dos cargos que se encontram em aberto. Ainda na recomendação, o promotor informou que o último concurso no município foi realizado em 2005, portanto, há 11 anos.

Giro Mata Norte