• Ceclin
ago 13, 2018 0 Comentário


Ministério do Meio Ambiente abre vagas gratuitas para cursos on-line

cursoEstão abertas até a próxima quarta-feira (15/8), as inscrições para nove cursos de educação a distância (EaD) oferecidos pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). As aulas são autoinstrucionais (não têm tutoria) e englobam temas como cuidados com água, mudanças climáticas, Unidades de Conservação (UCs), resíduos sólidos, produção e consumo sustentáveis.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o ambiente virtual de aprendizagem do MMA. Após o login (quem não tiver um deve se cadastrar), é possível fazer a inscrição em qualquer um dos cursos disponíveis ou em mais de um. Cada opção ofertada tem um limite de 2 mil vagas.

Além das atividades abertas ao público, o Ministério do Meio Ambiente abriu também o curso “Fundamentos e Práticas de Educação Ambiental para espaços educadores”, exclusivo para as instituições que fazem parte do Projeto Salas Verdes.

Confira abaixo cada um dos cursos:

– Conflitos em Unidades de Conservação: estratégias de enfrentamento e mediação (carga horária: 25 horas). Público-alvo: Formuladores e executores das políticas governamentais relacionadas a Unidades UCs em âmbitos federal, estadual e municipal.

– Crianças e o consumo sustentável (carga horária: 30 horas). Público-alvo: Pais, mães e educadores de crianças.

– Juventudes, participação e cuidado com a água (carga horária: 30 horas). Público-alvo: Jovens, ativistas e membros de instâncias colegiadas do Singreh e do Sisnama que já atuam ou possuam interesse em atuar em iniciativas de cuidado com a água ou mesmo nas instâncias formais de gestão da Política de Recursos Hídricos.

– Educação ambiental e mudanças do clima para gestores (carga horária: 25 horas). Público-alvo: Gestores públicos municipais e estaduais.

– Estilos de vida sustentáveis (carga horária: 30 horas). Público-alvo: Cidadãos-consumidores.

– Guia para a produção de conteúdos EAD (carga horária: 20 horas). Público-alvo: profissionais que desejam aprender ou aprimorar técnicas de produção de conteúdos para a EaD.

– Igualdade de gênero e desenvolvimento sustentável (carga horária: 20 horas). Público-alvo: Gestores públicos de todas as áreas de âmbito federal, estadual e/ou municipal.

– Tornar a unidade de conservação visível: estratégia para promover articulações e captar recursos (carga horária: 25 horas). Público-alvo: Formuladores e executores das políticas governamentais relacionadas a UCs, em âmbitos federal, estadual e municipal.

– Cálculo da Compensação Ambiental para empreendimentos de significativo impacto ambiental (carga horária: 60 horas). Público-alvo: Funcionários de órgãos estaduais e municipais que trabalham com compensação ambiental nos respectivos órgãos do setor.