Ceclin
mar 11, 2019 0 Comentário


‘Minha avó acorda chorando’, diz neta de idosa estuprada

A vítima tem 101 anos e estava sendo abusada pelo genro. O crime foi filmado pela esposa do acusado

Maria Talita e a avó. Reprodução/Facebook

Maria Talita e a avó. Reprodução/Facebook

“Nos últimos dias ela acorda chorando e não tem dormido direito, acorda assustada e parece sempre com medo, eu sinto o medo dela no olhar”, diz relato de Maria Talita, de 21 anos, sobre a avó de 101 anos, que foi estuprada pelo genro no município de Pombos, no Agreste de Pernambuco. O autor do crime, José Bezerra da Silva, de 44 anos, foi preso na quinta-feira (7) e teve o flagrante convertido em prisão preventiva na audiência de custódia da sexta-feira (08/03). O relato de Maria Talita no Facebook teve grande repercussão, com 277 mil reações e 133 mil compartilhamentos até o momento.

Os abusos cometidos por José Bezerra da Silva foram filmados por sua esposa na quinta-feira (7). Ela colocou câmeras escondidas no quarto por estar desconfiada do companheiro. Segundo o texto de Maria Talita, a mãe foi espancada na Delegacia pela irmã do acusado por ter denunciado o crime, o qual o homem confessa. “Segundo a família dele, minha mãe tinha que esconder e comprar uma passagem pra ele fugir para São Paulo. A coisa que mais me chocou foi a irmã do mesmo pedir pra que minha mãe tirasse a acusação e levasse minha vó na delegacia e incentivasse a minha vó a dizer que ela permitia os atos e que gostava”, assinala em outro trecho.

A jovem ainda se mostrou inconformada com a defesa de José Bezerra, que, durante a audiência de custódia, teria afirmado que acusado e vítima eram apaixonados um pelo outro. “Eles querem insinuar que minha vó de 101 anos, que não consegue nem tomar banho e sequer comer sozinha, está apaixonada pelo próprio estuprador. Até quando a vítima vai ser culpada?”, ela questiona.

José Bezerra da Silva foi encaminhado ao Presídio de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata. Ele era casado com a mulher que o denunciou há 21 anos.

 LeiaJa