• Ceclin
jul 07, 2010 3 Comentários


Metempsicose Midiática

Em um Estado Democrático de Direito, a liberdade de expressão se faz presente no ordenamento jurídico. Assim, a pluralidade de ideias, embora muitas vezes não haja identificação com o que se acredita, deve ser respeitada.

Fruto de um conceito equivocado de democracia tornou-se rotineiro elaborar alguma lei que vise proteger algo que ao longo dos anos fora visto como antagônico, mas em nome da chamada era pós-moderna, deve ser encarado dentro da normalidade. A consequência disso tudo é a proliferação do extremismo, onde se acredita que pelos meios jurídicos será possível tolher determinados conceitos, ou utilizando os métodos midiáticos credenciando a um pseudo convencimento.

Um ano antes da primeira Constituição Republicana, já se defendia a laicidade do Estado brasileiro. Embora atualmente seja aceito todas as matizes religiosas, assistimos por parte de alguns meios de comunicação uma apologia constante a metacomorfose, não deixando espaço para outro tipo de doutrina.

Na verdade, os demais credos religiosos ou filosóficos, são apresentados por uma parcela da mídia sempre com manchetes depreciativas. Pensadores como Agostinho, Aquino, Lutero, Calvino, até mesmo Feurbach, são praticamente tangidos dos meios de comunicação.

Se o Brasil tem orgulho de viver em uma democracia, nada mais justo que a informação seja repassada à população de maneira isonômica. É bem verdade, que fatores endógenos são responsáveis pela postura adotada, levando a um pensamento dentro da visão que tanto alertou os frankfurtianos.

por Hely Ferreira,

*Cientista político.