• Ceclin
set 14, 2008 3 Comentários


Mesa Redonda se consolidou como espaço importante para os candidatos

O Debate com os candidatos a Vereador nas Eleições 2008 em Vitória de Santo Antão promovido pelo Programa A VOZ DA VITÓRIA na Rádio Tabocas FM (98.5), através de sua Mesa Redonda, todas as sextas-feira, sempre às 12:30 h. chegou na última sexta (12) a quarta edição do debate agendado com as coligações proporcionais da cidade.
Este espaço se tornou importante ponto de mídia para expor idéias e divulgar as propostas dos candidatos a vereador na cidade.
A perceber pelo número de participações dos ouvintes que a cada debate aumentam os percentuais de perguntas através do telefone 3523.3304 o espaço já se consolidou como instrumento democrático. Como comprovado neste quarto programa-debate dos vereadores que superou tanto em número de perguntas quanto na qualidade do debate. Restam ainda mais dois debates pela frente com outros candidatos agendados, os quais as vagas para estes já estão quase que completamente fechados.
Estiveram nesta Mesa Redonda os candidatos a vereador Dr. Lourenço (PSDB), Jaílton Albuquerque (PT), Bad Léo (PTB), Ednaldo Ribeiro (PDT) e Antonio Pereira (PSDC). Que se revezarem nas respostas feitas entre eles, pelo ouvinte e pela produção.
Como Arquiteto e Urbanista, Dr.Lourenço que tem uma base de atuação em Cidade de Deus, criticou os serviços urbanos prestados na cidade e explicou ao ouvinte que lhe perguntou sobre sua proposta de efetivar o Distrito Industrial em Vitória. “Vereador tem poder pra isso?”, questionou o Adriano da Bela Vista. De pronto Dr. Lourenço Petribú esclareceu: “Como arquiteto devo contribuir nesta questão. Como vereador pretendo cobrar a execução do Plano Diretor da cidade, onde através do planejamento integrado vamos desenvolver o nosso pólo industrial”, salientou ele.
O ex-vereador Antonio Pereira, que presidiu a Assembléia Constituinte da Lei Orgânica vitoriense em 1990, falou de sua experiência parlamentar e que deseja retornar: “É preciso cobrar mais ações, sobretudo no serviço de saúde municipal que deixa muito a desejar”. E completou adiante: “Esse rapaz que está aí administrando Vitória não consegue dá respostas e nem resultados aos serviços públicos de nossa cidade”, alfinetou o advogado Antonio Pereira.

Respondendo a indagação do ouvinte por este fazer severas críticas a administração local, o candidato Ednaldo Ribeiro afirmou: “Não vejo ações fortes e nem estruturadoras por parte desta administração. É preciso dá oportunidade para o novo. Vitória precisa experimentar uma nova gestão que possa direcionar e resolver os sérios problemas enfrentados pela população”, para depois elencar uma série de erros praticados, segundo Ednaldo, pelo poder local e lembrou do seu candidato a prefeito Gilvan Contador como esta opção.
Procurando imprimir um tom polêmico ao debate, o produtor cultural Leonardo Edardna – conhecido como Bad Léo, ligado ao grupo de Pilako, fez as críticas mais fortes no debate. “O que a gente presencia é o poder público local viabilizar carros para as carreatas e caminhadas da campanha política, agora para atender a população não tem”, questionou Bad Léo. Para depois elencar uma série de ações que pretende fazer, sobretudo no setor cultural, caso chegue à Casa Diogo de Braga.
O empresário do Palácio dos Alimentos, Jaílton Albuquerque, presidente local do PT, falou da importância do momento político, elogiou o governo Lula e defendeu a aliança ao qual o seu partido está inserido, além de ter exposto o que pretende como vereador: “Tenho na minha vida procurado cumprir os meus compromissos. Esta atitude eu levarei para o mandato na Câmara”, assegurou ele.

Os candidatos a Vereador do Município que desejarem participar dos próximos Debates devem ligar para a Produção do Programa para agendar – 81.8827.5780. Está aberta e garantida a participação dos candidatos de todas as coligações previamente agendados (há poucas vagas).
Apresentação: Lissandro Nascimento.
Produção: Jáder Siqueira.
Equipe: Gilberto Júnior, Felipe França, Genilda Alves.