• Ceclin
jan 05, 2018 0 Comentário


Menores travestidos de torcedores causam desordem na Matriz de Santo Antão

VANDALISMO SEM CAUSA: "Ideologia?! Eu quero uma pra viver!" Foto: 21º BPM / Divulgaçao

VANDALISMO SEM CAUSA: “Ideologia?! Eu quero uma pra viver!” Foto: 21º BPM / Divulgação

Mais uma cena de vandalismo “sem causa” levou a uma confusão generalizada no pátio da Praça Dom Luiz de Brito na Matriz da Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. A Polícia Militar deteve na noite dessa quinta-feira (04/01), precisamente 25 pessoas acusadas de vandalismo urbano e dilapidação do patrimônio público e privado, bem como pertubação do sossego, num suposto confronto entre torcidas esportivas organizadas, quando 19 rapazes e 06 garotas, sendo 16 deles adolescentes e os demais maiores de idade.

A PM informou ainda que os vândalos chegaram a depredar durante a confusão uma lanchonete situada próxima à praça. Um equipamento sonoro foi apreendido durante intervenção da operação policial. Todos foram levados até a Delegacia de Vitória onde foram notificados pelo Delegado de Plantão. Não é a primeira vez que grupos travestidos de torcedores agem com vandalismo na cidade. Um caso de maior impacto chegou a ser registrado em novembro de 2016, reveja AQUI.