Ceclin
jul 09, 2013 0 Comentário


Médicos pernambucanos decidem por estado de greve após assembleia

Paralisação será decidida em encontro nacional na próxima quinta-feira (11), em Brasília

Do JC Online

Após assembleia realizada na noite desta segunda-feira (8), no Teatro Valdemar de Oliveira, os médicos do Estado de Pernambuco anunciaram que estão em estado de greve. A decisão de uma paralisação, no entanto, só será tomada após encontro nacional que será realizado na próxima quinta-feira (11), em Brasília.

Os médicos pedem que 10% da receita bruta da União seja destinada à saúde, que uma carreira seja criada para a profissão, que concursos público sejam realizados e o Revalida, exame de proeficiência de médicos formados no exterior, seja mantido.

Outro assunto debatido na assembleia desta noite foi o lançamento do Programa Mais Médicos pelo Governo Federal. O programa tem vários pontos polêmicos, entre eles a contratação de médicos estrangeiros para o preenchimento de vagas no País e a determinação que alunos de medicina trabalhem dois anos no Sistema Único de Saúde (SUS) antes de concluir o curso a partir de 2015.