• Ceclin
abr 01, 2009 3 Comentários


MEC: unificação nos vestibulares das federais

MINISTRO da Educação acredita que as novas regras vão beneficiar os candidatos

SÃO PAULO (Folhapress) – O MEC (Ministério da Educação) anunciou ontem uma proposta de reformulação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que passaria a ser composto por 200 questões, ao invés das 63 atuais. A proposta também prevê a substituição dos vestibulares das universidades federais pela avaliação.
A proposta foi entregue para a Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior) e precisa da aprovação dos reitores das universidades para entrar em vigor. De acordo com o ministério, o objetivo das mudanças é reestruturar o conteúdo aplicado pelo ensino médio. “Buscamos um exame nacional unificado, desenvolvido com base numa concepção de prova focada em habilidades e conteúdos mais relevantes, o que sinalizaria para o ensino médio orientações curriculares expressas de modo claro, intencional e articulado para cada área de conhecimento”, afirma a proposta do ministro Fernando Haddad.
Para o ministério, a unificação do vestibular das universidades federais também vai beneficiar os candidatos que não precisarão se deslocar para diferentes lugares para realizar a prova. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2007 (Pnad/IBGE), de todos os estudantes matriculados no primeiro ano do ensino superior, apenas 0,04% reside no Estado onde estuda há menos de um ano.
A nova prova, proposta pelo MEC, seria composta por quatro testes, sendo um de cada área do conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias (1), ciências humanas e suas tecnologias (2), ciências da natureza e suas tecnologias (3) e matemática e suas tecnologias (4). Cada teste teria 50 questões, totalizando 200, que seriam divididas em dois dias de provas.
(Folha de Pernambuco).

LEIA MAIS: