Ceclin
nov 30, 2020 0 Comentário


MEC lança jogo de alfabetização para crianças

Na sexta-feira (27/11), o Ministério da Educação (MEC), anunciou o lançamento do aplicativo educacional GraphoGame. A transmissão foi apresentada pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, e pelo secretário de Alfabetização, Carlos Nadalim, no Auditório do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O GraphoGame é mais uma nova ação do programa Tempo de Aprender e foi adaptado para auxiliar crianças entre 4 e 9 anos de idade no processo de alfabetização. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente e utilizado sem acesso a internet. O MEC recomenda jogar até 15 minutos diariamente e utilizar fones de ouvido.

A ferramenta estará disponível por 12 meses nas lojas App Store, para celulares e tablets iOS; Play Store, da Google, para celulares e tablets Android e Microsoft Store, para computadores Windows 7 e superiores.

“Estamos em um grupo de uma geração de crianças que sabem muitas coisas, aprendem de tudo, mas chega 9, 10 anos de idade e não sabem ler. Este projeto é uma maneira lúdica de levar as crianças a se envolverem com a educação”, disse o ministro da Educação, Milton Ribeiro. “O objetivo é levar para as escolas públicas as mesmas oportunidades de aprender a ler de uma maneira séria”, acrescentou.

O MEC ressalta que o aplicativo não visa substituir o professor, mas que é uma ferramenta para o docente. Os educadores podem utilizar o aplicativo para apoio à alfabetização e à aquisição de conhecimentos de literacia. Os pais também podem fazer o uso do software em casa, a fim de consolidar conhecimentos de literacia e de alfabetização.

Além disso, o jogo reforça componentes essenciais para a alfabetização destacados pela Política Nacional de Alfabetização (PNA), sobretudo a consciência fonológica e o conhecimento alfabético. O MEC diz que a iniciativa pode auxiliar os alunos na aquisição de relacionar fonemas e sílabas à representação escrita, e de ler palavras e frases com sílabas canônicas e não canônicas.

Vale pontuar que o conceito pedagógico do GraphoGame foi desenvolvido pela Universidade de Jyvaskyla, na Finlândia. O jogo inspirou pesquisas acadêmicas em mais de 30 países e já foi adaptado para mais de 25 línguas.

Pais e professores podem acessar o site de alfabetização do MEC para baixar o manual, em PDF, com instruções de uso do GraphoGame.