Ceclin
mar 03, 2010 0 Comentário


MEC decide semana que vem se adotará dois Enems

Publicado em 03.03.2010

Cláudia Vasconcelos

RIO – Uma decisão sobre a proposta de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) duas vezes por ano será tomada segunda-feira pelo Ministério da Educação (MEC). É quando o ministro Fernando Haddad se reunirá com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Joaquim José Soares Neto. A intenção inicial era aplicar o primeiro teste de 2010 em abril.

Ao lançar a 2ª Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa, na Academia Brasileira de Letras, no Rio, ontem, o ministro afirmou que o Inep também mostrará na reunião um estudo sobre a dispensa de licitação para promover o Enem. “O presidente Joaquim Neto teve conversas muito boas a respeito da dispensa de licitação, apresentando os riscos inerentes também na CGU (Controladoria Geral da União)”, disse Haddad.

Para o ministro, o modelo de escolha da empresa responsável por organizar o Enem precisa ser revisto “para afastar riscos”. Ele referiu-se ao atraso na realização do novo Enem, que estrearia em outubro do ano passado e acabou acontecendo dois meses depois devido ao vazamento do exame. Falha na segurança da gráfica que imprimiu os testes colocou o consórcio Connasel, vencedor da licitação em 2009, em xeque. O consórcio foi afastado.

Diante da sobra de 21.701 vagas (45,3% do total) no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – que permite aos estudantes que se submeteram ao Enem escolher vaga em universidades que adotaram o exame – Haddad criticou quem se inscreveu mas não buscou entrar em nenhuma instituição.

» A repórter viajou a convite da Fundação Itaú Social