Ceclin
maio 04, 2011 0 Comentário


Mau tempo impede sobrevoo pela Mata Sul. Governador seguiu de carro

Por conta do mau tempo, o governador Eduardo Campos não conseguiu concluir o sobrevoo previsto para ser realizado esta manhã sobre a Mata Sul de Pernambuco, região mais afetada pelas chuvas que atingem o Estado. Sem a visibilidade necessária para seguir viagem, o helicótero que levava o governador aterrissou na cidade de Vitória de Santo Antão, de onde Eduardo seguiu de carro até os municípios de Ribeirão, Palmares e Xexéu.


O helicóptero com o governador e o secretário de Recursos Hídricos e Energia, João Bosco de Almeida, decolou do Recife às 8h. Durante uma hora, eles puderam vistoriar a calha do Rio Capibaribe e as cidades de Vitória de Santo Antão, Moreno e Jaboatão, além da barragem de Tapacurá.


Após o sobrevôo, João Bosco informou que o Governo do Estado resolveu abrir as comportas da Barragem de Carpina de forma gradativa para que ela possa armazenar o máximo possível das águas das chuvas. Com capacidade para 210 milhões de metros cúbicos, o reservatório acumula um terço de sua capacidade neste momento. “São 70 milhões de metros cúbicos de água que serão liberados aos poucos nos próximos sete dias”, informou Bosco.


“Vamos coordenar e dar suporte ao trabalho das defesas civis municipais e prestar todo o atendimento emergencial necessário às famílias que foram prejudicadas pelas chuvas. Estamos monitorando as chuvas há cerca de 15 dias e todas as nossas equipes já estão de prontidão 24 horas. O Governo do Estado fará tudo que estiver ao seu alcance para evitar maiores estragos à população”, assegurou Eduardo.

(Diário de Pernambuco).