• Ceclin
jan 13, 2015 0 Comentário


Materiais relativos às Eleições 2014 podem ser descartados a partir desta terça

TSEDe acordo com o calendário eleitoral, a partir de 13 de janeiro não há mais necessidade de preservar e guardar documentos e materiais produzidos nas eleições de 2014. A medida vale ainda para os meios de armazenamento de dados utilizados pelos sistemas eleitorais e para as cópias de segurança dos dados, desde que não haja recurso envolvendo as informações contidas nos equipamentos. Os sistemas utilizados no pleito do ano passado também poderão ser desinstalados.

Amanhã (13), segundo o calendário, é também o último dia para os partidos políticos e coligações solicitarem os arquivos delog referentes ao Sistema Gerenciador de Dados, Aplicativos e Interface com a urna eletrônica e cópias dos boletins de urna e dos arquivos de log referentes ao Sistema de Totalização.

A data estabelece ainda o prazo final para os partidos e coligações requererem formalmente aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) as informações relativas às ocorrências de troca de urnas e cópia do Registro Digital do Voto. Também é a oportunidade de realizar, após a eleição, a verificação da assinatura digital e dos resumos digitais (Hash).

Urnas

Já a partir do dia 16 de janeiro, os lacres e cartões de memórias que ficam nas urnas eletrônicas devem ser formatados. As urnas de lona utilizadas nas eleições gerais de 2014 também poderão ser deslacradas e as cédulas de papel inutilizadas, desde que não haja pedido de recontagem de votos ou recurso quanto ao seu conteúdo.

Com informações do TSE.