Ceclin
dez 07, 2012 1 Comentário


Mary Gouveia destaca dia de mobilização pelo fim da violência contra as mulheres

Portal da Alepe

No dia seis de dezembro de 1989, Marc Lepine, de 25 anos, invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica, na cidade de Montreal, Canadá, ordenou que os 48 homens presentes saíssem e assassinou 14 mulheres, se suicidando em seguida. Na carta deixada pelo assassino, a justificativa de que não suportava a ideia de ver mulheres estudando Engenharia. O massacre, que mobilizou a opinião pública mundial, e produziu um debate sobre a violência gerada por conta das desigualdades entre homens e mulheres, foi lembrado, nesta quinta (06), pela deputada Mary Gouveia, do PSD.

A parlamentar afirmou que, após o incidente, um grupo de homens canadenses se organizou e elegeu o laço branco como símbolo de mudanças de atitude em relação a jamais cometer agressões contra as mulheres. Mary lembrou que essa foi a primeira Campanha do Laço Branco: Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher, que acontece entre os dias 25 de novembro e seis de dezembro.

A deputada ressaltou que, no Brasil, a iniciativa existe desde 2001, e tem o objetivo de sensibilizar e mobilizar os homens no engajamento pelo fim da violência contra a mulher.