dez 17, 2009 2 Comentários


Manoel Botafogo fica com Eduardo e Guerra

Publicado em 17.12.2009

O prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PSDB), admitiu ontem ter deixado a “porta aberta” para apoiar o governador Eduardo Campos (PSB) em 2010. O tucano, ligado ao senador Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, foi recebido no gabinete de Eduardo, no Palácio das Princesas. “Não deixei o martelo batido (sobre o apoio), mas a porta está aberta. Vamos conversar mais para frente”.
Eduardo acertou com o prefeito uma visita a Carpina, Mata Norte, para “os primeiros dias de janeiro”. Eles vão inaugurar uma escola e visitar a obra de duplicação da BR-408. A viagem do governador se estenderá por outros municípios da região. Nos bastidores, a adesão de Botafogo ao palanque de Eduardo é certa. Contudo, o prefeito disse ter acordado com o governador que, mesmo batendo o martelo pela adesão, não abrirá mão de apoiar a tentativa de reeleição de Guerra. Se o acordo se confirmar, o governador reforça sua base na cidade, após perder espaço com o rompimento do ex-prefeito Carlos Lapa (PP) com o Palácio.
O encontro de Eduardo e Botafogo durou uma hora. “Se fosse Jarbas, durava dez minutos e ele logo acendia um cigarro e se levantava”, comparou o prefeito, referindo-se ao ex-governador e senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), possível candidato ao governo em 2010. Sem modéstia, Botafogo, prefeito reeleito com 20 mil votos, soltou: “Quando um político é bem avaliado, é feito moça bonita: todo mundo quer namorar”.
(Jornal do Commercio).