• Ceclin
set 22, 2012 0 Comentário


Mais Polícia em 13 cidades do interior, inclusive em Vitória de Santo Antão

PATRULHA DO BAIRRO O programa, recém-lançado no Grande Recife, contempla desde ontem áreas do Agreste e Sertão. Objetivo é estreitar relação entre policiais e comunidades

Jornal do Commercio

CARUARU – Moradores desta cidade do Agreste e de mais 12 municípios do interior contam agora com o Programa Patrulha do Bairro. O evento de relançamento do programa, que surgiu em 1985, na gestão do então governador Roberto Magalhães, aconteceu ontem em solenidade que contou com a presença do governador Eduardo Campos, do comandante da PM, coronel Luis Aureliano, e do chefe da Polícia Civil, Osvaldo Morais. Na solenidade realizada no Monte do Bom Jesus, foram entregues 28 viaturas que vão atuar nos municípios contemplados. O investimento mensal com a locação das viaturas é de R$ 68.124.

Do total de viaturas, oito ficarão em bairros de Caruaru: Maurício de Nassau, João Mota, Nova Caruaru, Salgado, Petrópolis, Alto do Moura, Universitário e São Francisco. As 20 unidades restantes serão distribuídas para Petrolina, Garanhuns, Vitória de Santo Antão, Santa Cruz do Capibaribe, Serra Talhada, Araripina, Gravatá, Belo Jardim, Goiana, Carpina, Ouricuri e Arcoverde. De acordo com o governo do Estado, os bairros e as cidades contemplados foram definidos a partir de critérios técnicos.

Um dos diferencias do Programa Patrulha do Bairro é que ele possibilita maior entrosamento da comunidade com a Polícia Militar. “O roteiro e horários das rondas são definidos a partir de debates com a comunidade. A população, que conhece melhor a realidade local, é quem dá as sugestões”, explicou Eduardo Campos.

Ele destacou que os veículos são monitorados por GPS para garantir que as viaturas não se afastem das localidades onde devem estar prestando serviço. As unidades também contam com telefone celular, o que vai permitir acesso rápido, quando os policiais forem acionados pelos moradores. “Esse é um dos fatores que podem contribuir para a redução dos crimes de proximidade”, acrescentou o governador.

O programa também dispõe de um sistema de comunicação via internet, na página da Secretaria de Defesa Social (SDS). Nela, os usuários podem obter informações e sugerir ações visando à segurança na comunidade, entrando em contato direto com os policiais que atuam no bairro.