Ceclin
jun 12, 2009 0 Comentário


Mais escolas federais vão adotar Enem

A média final do candidato que disputar uma vaga no IFPE, antigo Cefet, será composta por 30% da nota do exame e 70% da nota do vestibular

Margarida Azevedo
[email protected]

O recém-criado Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), que reúne o antigo Cefet-PE e as escolas agrotécnicas federais de Vitória, Barreiros (Zona da Mata) e Belo Jardim (Agreste), usará a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) combinada com a nota do seu vestibular. A média final do candidato será composta por 30% da nota do exame e 70% da nota do vestibular. A mudança vale para os cinco cursos tecnólogos e dois superiores. A novidade foi anunciada ontem pelo reitor do IFPE, Sérgio Gaudêncio.

Ele informou que o instituto deve usar a nota do Enem, em 2010, também para selecionar os candidatos aos cursos subsequentes (para quem já tem o ensino médio e faz apenas a formação técnica). Outra mudança será a adoção, a partir do próximo ano, do vestibular seriado.

Os alunos do 1º ano do ensino médio farão uma prova em 2010. Quando estiverem no 2º ano, em 2011, passarão por outro teste e no ano seguinte (2012), responderão à terceira prova. No final, será calculada uma média para que o candidato dispute parte das vagas da instituição.

“Entendemos que o vestibular seriado é mais justo, pois o estudante não define seu futuro acadêmico em apenas uma prova”, justifica Gaudêncio. Segundo o reitor, a nota do Enem para os cursos tecnólogos e superiores será a média final, incluindo o desempenho do candidato nas quatro áreas do exame (linguagens, matemática, ciências naturais e ciências da natureza) e na redação. O vestibular realizado pelo IFPE deixa de ter redação.

Antes de decidir pelas mudanças, a reitoria do instituto se reuniu com os grêmios estudantis e diretórios acadêmicos.

RESERVA DE VAGAS

Desde o ano passado, metade das vagas do vestibular do Cefet-PE é reservada para alunos oriundos da rede pública de ensino. Conforme Gaudêncio, a regra está mantida, mesmo com a mudança para instituto. O concurso teve, ainda como Cefet-PE, 4.029 candidatos para os cursos tecnólogos e superiores.

Os cinco tecnólogos são no câmpus do Recife: design, gestão ambiental, radiologia, gestão de turismo e análise e desenvolvimento de sistemas. Há também o bacharelado em engenharia de produção civil. No câmpus de Pesqueira, o curso superior é a licenciatura em matemática. Atualmente, há cerca de 750 alunos matriculados nesses cursos.

No Estado, a UFPE usará o Enem como primeira fase do vestibular. Na Rural e na Univasf o exame substituirá integralmente o vestibular. As inscrições para o Enem começam na próxima segunda-feira.

MATÉRIAS VINCULADAS:


Professores da rede estadual adiam greve