Ceclin
jun 19, 2020 0 Comentário


Mais de 40 cidades já superaram média de chuvas de junho em Pernambuco

ALAGAMENTOS – Centro de Vitória não suporta chuvas intensas. Foto: Arquivo/A Voz da Vitória

A Zona da Mata é a mesorregião que apresenta o maior índice de chuva acumulada.

O rompimento da Barragem Guilherme Pontes na última segunda-feira (15/06), localizada no município de Sairé, foi um reflexo do grande volume de chuvas apresentado em Pernambuco durante este mês. De acordo com dados da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), até essa quinta-feira (18/06), 44 cidades já ultrapassaram a média histórica esperada para o período dos 30 dias de junho.

Três municípios, inclusive, ultrapassaram até mesmo o dobro da média, Tupanatinga (256%) no Agreste, além de Petrolina (291%) e São José do Egito (223%) no Sertão. Entre os que mais receberam maior índice de chuva acumulada por mesorregião, estão Jaboatão/Cidade da Copa, na Região Metropolitana do Recife (RMR – 294,0 mm), Rio Formoso na Zona da Mata (317,5 mm), Tupanatinga no Agreste (228,7 mm) e Manari no Sertão (97 mm).

Já em números absolutos, a Zona da Mata é a mesorregião que apresenta o maior índice de chuva acumulada em milímetros de água, com 7.249,5 mm. Seguida por Agreste (6.872,7 mm), RMR (5.099 mm) e Sertão 1.340,3. A RMR, a Zona da Mata e o Agreste, inclusive, atravessam o seu período natural chuvoso, que se estende de março a julho, enquanto no Sertão, o maior índice de chuvas se concentra entre os meses de janeiro e abril.

Previsão

Para o próximo fim de semana, porém, a Apac prevê chuvas moderadas de 17 a 26 mm apenas para a RMR e a Zona da Mata apenas nesta sexta feira (19). Nos demais dias e regiões, as chuvas devem ter no máximo caráter médio a moderado, de 9 a 17 mm.

De moderada a forte, a agência projeta apenas na próxima terça-feira (23), para a região Metropolitana e a Zona da Mata Sul, quando pode precipitar de 26 a 32 mm de água.

Previsão de chuva para o fim de semana (em milímetros):

Sexta-feira 19/06

Região Metropolitana – Moderada (17 a 26 mm)

Mata Norte –  Moderada (17 a 26 mm)

Mata Sul – Moderada (17 a 26 mm)

Agreste – Fraca a Moderada (9 a 17 mm)

Sertão* – Fraca a Moderada (9 a 17 mm)

Sertão do São Francisco – Sem chuva

Sábado 20/06

Região Metropolitana – Fraca a Moderada (9 a 17 mm)

Mata Norte –  Fraca a Moderada (9 a 17 mm)

Mata Sul – Fraca a Moderada (9 a 17 mm)

Agreste – Leve a Fraca (1 a 9 mm)

Sertão* – Sem chuva

Sertão do São Francisco – Sem chuva

Domingo 21/06

Região Metropolitana – Leve a Fraca (1 a 9 mm)

Mata Norte –  Leve a Fraca (1 a 9 mm)

Mata Sul – Leve a Fraca (1 a 9 mm)

Agreste – Leve a Fraca (1 a 9 mm)

Sertão* – Sem chuva

Sertão do São Francisco – Sem chuva

* Incluindo as regiões do Moxotó, Pajeú e Araripe.

Período de maior atividade de chuvas:

Região Metropolitana – de março a julho

Zona da Mata – de março a julho

Agreste – de março a julho

Sertão – de janeiro a abril

Diario de Pernambuco