Ceclin
mar 05, 2020 0 Comentário


Mais de 200 mil vagas abertas para concurso do IBGE

As inscrições serão recebidas já a partir desta quinta-feira, 5 de março, com atendimento até 24 de março. O requisito de escolaridade é ter o ensino fundamental completo

A espera chegou ao fim. Acontece que foram publicados nesta quinta-feira, 05 de março, os editais do novo concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para contratações em caráter temporário. Como havia sido anunciado, a oferta é de nada menos do que 208.695 vagas, sendo 180.557 para o cargo de recenseador, 5.462 para agente censitário municipal e 22.676 para agente censitário supervisor. As oportunidades são para quem possui nível fundamental e nível médio, com iniciais de até R$ 4.000. As inscrições serão recebidas já a partir desta quinta-feira, 05 de março, com atendimento até 24 de março.

O organizador é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe. As inscrições devem ser feitas, no período entre às 10h do dia 05 de março de 2020 e às 23h59 de 24 de março de 2020, por meio de endereço eletrônico. A taxa de participação custa R$ 23,61. Os candidatos inscritos serão avaliados por meio de prova objetiva.

O requisito de escolaridade é ter o ensino fundamental completo. Entras as funções, de acordo com o edital publicado no Diário Oficial da União desta quinta (05/03), a principal será coletar as informações do Censo Demográfico 2020 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído no âmbito da sua Área de Trabalho, registrando-as no dispositivo móvel de coleta, de acordo com as instruções recebidas e dentro do prazo para comparecer ao Posto de Coleta, conforme determinação do Agente Censitário Municipal ou do Agente Censitário Supervisor.

Recenseador
A taxa de participação no concurso custa R$ 23,61. O requisito de escolaridade é ter o ensino fundamental completo. A remuneração será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo Recenseador, de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.

A a remuneração do Recenseador será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo Recenseador, de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados. O candidato poderá simular valores de remuneração por meio de link disponibilizado.

Ainda, de acordo com o extrato, a jornada de trabalho recomendável é de, no mínimo, 25 horas semanais, além da participação integral e obrigatória no treinamento. A previsão de duração do contrato é de até três meses, podendo ser prorrogado. Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por apostilamento, por igual período, estritamente de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários.

Agente Censitário
Para essas vagas, é exigido ensino médio completo e a remuneração chega a R$ 2.100.00. A taxa de participação no concurso custa R$ 35,80.