Ceclin
set 09, 2011 0 Comentário


Lula disse que não apoia João Paulo se ele deixar o PT, revela Humberto

Finalmente veio a público o teor da conversa entre o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal João Paulo (PT). Se o ex-prefeito do Recife deixar o PT, não terá apoio de Lula. E o prejuízo de João Paulo não ficaria por aí. Sem apoio do ex-presidente, iria embora também qualquer suporte da presidente Dilma Rousseff (PT) e, possivelmente, o do governador Eduardo Campos (PSB). A revelação foi feita pelo senador Humberto Costa (PT), durante entrevista na rádio JC/CBN, na tarde dessa quinta-feira (8).

“O presidente Lula já conversou com João Paulo, já pediu a ele que permanecesse no PT. Já disse, inclusive, que é impossível para ele vir a apoiá-lo se for como candidato de outro partido e aí vai acontecer com Dilma, provavelmente vai acontecer com Eduardo, que tem uma sintonia com o presidente Lula e com a presidente Dilma. Acho que ninguém sai ganhando com essa eventual mudança de partido que ele pudesse fazer”, afirmou Humberto em entrevista ao apresentador Aldo Vilela, ao repórter do Blog de Jamildo Daniel Guedes, e ao cientista político Adriano Oliveira.

O senador admitiu ainda que uma eventual saída de João Paulo poderia prejudicar estabilidade da Frente Popular em Pernambuco. “Fica difícil a gente raciocinar sobre hipóteses. Mas, certamente, vai causar algum tipo de perturbação na Frente Popular, se acontecer”, afirmou.