Ceclin
dez 20, 2018 0 Comentário


Libertadores 2019: Qual time brasileiro tem o caminho mais difícil para a glória?

A edição de 2018 da Copa Libertadores da América foi um torneio cheio de altas e baixas para as equipes brasileiras, já que elas chegaram como favoritas para vencer a competição e trazer a Copa para o Brasil, mas a final acabou sendo um superclássico argentino.

Fonte: Conmebol Libertadores via Facebook

Fonte: Conmebol Libertadores via Facebook

Depois que o River Plate foi coroado campeão em uma partida extraordinária disputada no Santiago Bernabéu, na Espanha, a Conmebol acabou de realizar o sorteio para a edição de 2019 da Copa Libertadores, da qual participam oito equipes brasileiras, incluindo o atual campeão Palmeiras.

As equipes brasileiras que vão participar da Copa Libertadores 2019 são Atlético-MG, São Paulo, Atlético-PR, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional e Palmeiras, mas o site da ESPN destaca que Internacional e São Paulo são quem formariam parte do ‘grupo da morte’, já que no caso em que o clube paulista ultrapassar a fase prévia chamada Pré-Libertadores, vencendo seus dois primeiros jogos, ficaria no mesmo grupo que o Inter, e o atual campeão, River Plate.

Os dois primeiros jogos de São Paulo são contra o Talleres (Arg), e depois contra o vencedor da chave Palestino (Chi) – Independiente Medellín (Col), em dois jogos que em tese devem ser vitórias garantidas para o time paulista, jogos que as casas de apostas oferecem como Handicap, uma vez que fornecem regularmente uma vantagem inicial à equipe que é considerada mais fraca, para tornar mais atraentes as apostas no jogo.

Depois desses dois jogos, e se tudo correr de acordo com o planejado pela equipe comandada por André Jardine, os paulistas se juntariam ao grupo A, com River Plate (Arg), Internacional e Alianza Lima (Per).

A equipe que parece ter a maior chance de avançar como líder de seu grupo após o sorteio ter sido feito é o atual campeão do futebol brasileiro, o Palmeiras, já que como chefe do Grupo F, ele se enfrentará contra o San Lorenzo (Arg), o Júnior (Col), e o vencedor de uma chave que como a equipe mais representativa tem a U. de Chile (Chi).

No entanto, nem todo o caminho para a glória sul-americana será tranquilo para as equipes brasileiras, pois, como mostra o site da Globoesporte, a CBF divulgou o calendário para a temporada 2019, e entre as novidades, aparece que as competições locais não serão interrompidas por datas-FIFA, o que prejudicará os clubes brasileiros diminuindo o número dos seus principais jogadores, quando os seus times mais vão precisar deles.

Além disso, ao participar do campeonato brasileiro, da Copa do Brasil, da Copa Sul-Americana, dos campeonatos estaduais e com a extensão do início dos jogos pela noite até as 21h30, o desgaste físico dos jogadores será um fator fundamental, o  que poderia afetar o desempenho dos clubes representantes do país na Copa Libertadores 2019.

Este 2019 poderia ser o ano em que a Copa Libertadores voltaria ao solo brasileiro, depois que o Grêmio conseguiu levantar o troféu em 2017. No entanto, apesar de que teoricamemente o caminho para a glória parece fácil para as equipes brasileiras, existem vários fatores externos que podem afetar as apostas até mesmo dos torcedores mais experientes.