Ceclin
jan 26, 2011 3 Comentários


Leitora do Blog abre polêmica…

COTAS RACIAIS – OPINIÃO


A partir do momento em que você separa e diferencia você está discriminando e expondo claramente que o preconceito existe.

Se a capacidade intelectual de cada um independe de sua cor ou raça, não há porque criar cotas “raciais”.
O que merece ser relevado são as divergências econômicas. Estas sim influenciam diretamente na busca de melhores oportunidades para o aprendizado. Isso porque, como todos sabem, o ensino público é inferior ao particular.
Aí é que deveriam ser concentrados esforços e investimentos: no ensino público fundamental, para que os alunos tenham uma base construída; e no ensino médio, para criar condições de igualdade ou ao menos reduzir esse abismo que existe em comparação às instituições privadas, para concorrer ao ingresso às Universidades.
Resultados como os alcançados pelos primeiros colocados do listão da UFPE são raras exceções claramente exaltadas nas matérias dos jornais, pela façanha conseguida por alunos oriundos de escolas públicas.


por Rosângela Martins,
Secretária Geral da Associação Comercial da Vitória de Santo Antão.