Ceclin
set 16, 2011 0 Comentário


Lei de Diretrizes Orçamentárias é aprovada com um protesto solitário na Casa Diogo de Braga

A Casa Diogo de Braga aprovou na noite da quarta-feira (14), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Município da Vitória de Santo Antão em uma sessão dispersiva levantando o protesto isolado por parte do Vereador Geraldo Enfermeiro (PSB) que se retirou da plenária alegando não querer participar da aprovação da tal lei, justificando que a mesma merecia diversas emendas.

Com a presença de todos os parlamentares, destacou-se apenas a constante falta de compromisso com o horário do início das sessões por parte de alguns parlamentares.

A polêmica da noite como já é de costume ficou por conta do Vereador Pedro Queiroz (PPS), ao atender aos pedidos do Presidente da Casa, José Aglailson (PSB), o qual solicitou em forma de Requerimento Verbal todas as provas por parte do Poder Executivo de que Aglailson tenha deixado qualquer rombo nos cofres da Vitória de Santo Antão, deixando no ar a dúvida se de fato o então Prefeito Elias Alves de Lira (DEM), terá coragem de tornar público tais documentos, que suspostamente comprovam todos os boatos já entoados neste sentido.

O único que não se agradou e tentou fazer o Vereador Pedro Queiroz recuar de sua decisão em acatar as vontades do Presidente da Casa ao solicitar tais documentos foi o Vereador Geraldo Enfermeiro (PSB). Convencido, fez questão de frisar que sairá candidato sozinho no partido ao lado de Aglailson, pois confia na sua fidelidade diante de tudo o que os mesmos já conviveram na política.

Para o Vereador André de Bau (PSD), este levantou a discussão acerca dos discursos repetitivos proferidos na Casa, tomando como exemplo a sessão em curso que chegou a terminar quase meia noite, fazendo com que muitos dos que estavam assistindo fossem embora cansados devido a extrema demora na espera das aprovações dos projetos da noite que só são apreciados no final das sessões, tendo essa reclamação reiterada por alguns parlamentares.

Dentre os quatro Projetos aprovados nesta sessão estavam a LDO – Lei de Diretrizes Orçamentária enviada pelo Poder Executivo composta por aproximadamente cem folhas. Trata-se do Projeto de Lei 154, 29 de Julho de 2011, bastante complexo e extenso. O qual dispõe sobre as diretrizes para elaboração e execução da Lei Orçamentária prevista para 2012. Lembrando que o Orçamento aprovado para 2011 estimou-se em R$ 158 milhões, sendo atualmente executado. A estimativa é que este valor possa chegar em 2012 em torno de R$ 180 milhões, resultado do crescimento econômico que favorece a região de Vitória. 

Outros projetos aprovados foram:

Projeto 158/11 – Dispõe sobre a Doação de área de Terreno para instalação da segunda Agência da Caixa Econômica Federal e dá outras providências.

Art. 1º – Fica doado à Caixa Econômica Federal, inscrita no CNPJ nº 00.360.305/3536-19, o imóvel de propriedade deste município, situado em área de Terreno desmembrada do Engenho Bento Velho, totalizando uma área de 1.450,00 m².

Projeto 159/11 – Dispõe sobre a Doação de área de Terreno para instalação da Empresa Executive Comércio de Correias Transportadora LTDA-ME e dá outras providências.

Art. 1º – Fica doado à Empresa Executive Comércio de Correias Transportadora LTDA-ME, inscrita no CNPJ nº 07.977.946/0001-51, o imóvel de propriedade deste município, situado em área denominada Fazenda Cristina, totalizando uma área de 3.407,21 m².

Projeto 160/11 – Dispõe sobre a Doação de área de Terreno para instalação da Empresa Vilene – Industria de Confecções LTDA e dá outras providências.

Art. 1º – Fica doado à Empresa Vilene – Indústria de Confecções LTDA, inscrita no CNPJ nº 24.276.354/0001-21, o imóvel de propriedade deste município, situado em área denominada Fazenda Cristina, totalizando uma área de 6.658,39 m².

Confira a foto…

Aglailson & Everaldo: Vai um cafuné aí?