Ceclin
dez 08, 2009 9 Comentários


Juventude e Drogas?

Atualmente a sociedade vive uma grande problemática em torno do consumo abusivo de drogas lícitas e ilícitas. O consumo de drogas hoje é um câncer para a sociedade e o governo, drogas como álcool, tabaco (lícitas), maconha, crack e Loló (ilícitas), são normais no meio social em especial no meio juvenil, incentivados inclusive pelos meios de comunicação por utilizarem bebidas alcoólicas sem moderação; o abuso do uso de drogas como maconha e o crack, apesar de sabermos que o álcool e o tabaco são as portas de entrada para o mundo das drogas, hoje, porém, existem leis que minimizam a problemática do uso da maconha, já com o crack é complicado, morrem muitos jovens por conta do uso desta droga, portanto, precisamos criminalizar de forma dura o crack e quem as comercializa, é uma droga que mata mais jovens do que qualquer outra. Você utilizou uma vez, diga adeus!

A sociedade precisa se mobilizar para extinguir o consumo desta e de outras drogas, precisamos conscientizar um a um nos nossos lares e espaços de convivência da juventude brasileira, a qual está sendo cooptada pelo mundo do tráfico por não ter opção de vida, não tem oportunidade de emprego, sobretudo para o jovem da periferia. O Estado não acerta no modelo de gestão que atenda de fato a maioria, ainda utiliza da repressão e do combate aos usuários, ou seja, o ser humano sucumbido por determinada droga.

A juventude brasileira morre a cada dia por se envolver no mundo dos entorpecentes, por utilizarem o tráfico como meio de sobrevivência às mazelas da própria sociedade, alí garantindo seu dinheiro e penalizando sua vida e a dos seus familiares.

Precisa-se de fato de uma política de conscientização, políticas públicas que de fato atendam aos anseios da sociedade, direcionadas ao esporte, a cultura, na educação, na formação da juventude, uma conexão dos eixos governamentais, lutando em parceria com a sociedade, no combate ao uso abusivo destas.

Sabemos que o papel dos governantes seja de elaborar políticas públicas e projetos de estruturação em benefício da sociedade, porém isso não é cumprido ao pé da letra. Vivemos em uma sociedade consumista onde os políticos não tem mais caráter nem ética. O exemplo recente o governador do Distrito Federal, que gestou o Mensalão dos Democratas, uma rede de beneficiamento dos seus companheiros de partido e aliados, uma rede que já deve ter passado mais de cinco milhões de Reais, e por que esses mensaleiros que se colocam como representantes do povo não investiram esse dinheiro no desenvolvimento de projetos de combate ao uso das drogas, de estruturação e urbanismo das periferias em suas regiões.

No entanto, a expectativa de mudança aumenta quando percebe-se a próxima eleições gerais em 2010. Renovamos as nossas esperanças e tentamos acreditar que um novo Brasil é possível, com a saída desses políticos corruptos.
Tudo está nas mãos do povo em optar pela continuidade do projeto LULA que vem com grandes investimentos nos projetos sociais, ou a volta dos privatizadores, do projeto Tucano/Democratas, por sinal esse que vemos hoje no Distrito Federal?
Você cidadão e cidadã brasileiro (a), chegou a hora de mudar a história do nosso País, vamos enfrentar as drogas de cabeça erguida.



Por Gilberto Júnior,

– Estudante de Turismo – FACOL,
Diretor da UJS-PE e Colunista deste Blog.