Ceclin
nov 22, 2021 0 Comentário


Justiça condena PM acusado de matar garçom em Glória do Goitá

Após mais de 12 horas de julgamento, o Juiz Gabriel Araújo Pimentel leu a sentença do Tribunal do Júri de Glória do Goitá condenando a 12 anos, 4 meses e 17 dias de reclusão em regime fechado o policial militar Isaías Araújo Leite, 27 anos, pelo assassinato do Garçom José Adelino Costa Júnior, 24 anos. O Juiz ainda determinou a perda da farda do PM nesta segunda-feira (22.11), pelo qual aguardava a sentença no Centro de Reeducação da PMPE (CREED), em Recife.

Adelino Júnior foi morto com um tiro em um bar onde trabalhava como garçom em Glória do Goitá, na Mata Norte pernambucana, no dia 15 de agosto de 2020.

A defesa irá recorrer ao Tribunal de Justiça diante da decisão do Conselho de Sentença formado por 4 mulheres e 3 homens. O Júri foi instalado no Fórum Dr. Pessoa de Luna Filho, na Avenida Rui Barbosa, Bairro Cruz das Almas, em Glória.

O Policial Militar foi indiciado na época do crime pelo Delegado Erivaldo Guerra por homicídio doloso duplamente qualificado por motivo fútil, sem que a vítima tivesse chances de defesa. Familiares e amigos da vítima comemoram a sentença por ter sido feito justiça nesse caso. José Adelino era uma pessoa muito querida em Glória do Goitá. O crime chocou a sociedade, principalmente pela brutalidade do fato e motivo banal.