Ceclin
out 29, 2015 0 Comentário


Julgamento do caso Jota Cândido é adiado pela 6ª vez

(Foto: Giro Mata Norte).

(Foto: Giro Mata Norte).

O julgamento do caso Jota Cândido que estava marcado para acontecer nesta quinta-feira (29) no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha de Joana Bezerra, no Recife, mais uma vez foi adiado, somando com esse, é o sexto adiamento do Júri.

A motivação da vez foi a falta de documentos que o Ministério Público de Pernambuco solicitou e em comum acordo, entre defesa e acusação, o Júri foi remarcado para o próximo dia 16 de dezembro.

ENTENDA O CASO

Quatro homens são acusados de matar brutalmente o vereador e radialista da cidade de Carpina, Jota Cândido, com vários disparos de arma de fogo. A vítima denunciava problemas administrativos da Prefeitura de Carpina em seu programa e foi assassinada com 20 tiros na frente da rádio Alternativa FM, onde trabalhava.

Jota Cândido foi morto ainda dentro do carro, em 1º de julho de 2005. Um mês antes, o radialista havia escapado de um atentado. O crime chocou a sociedade. Dias depois do homicídio, a Polícia chegou a prender os quatro réus deste julgamento. Os suspeitos, até hoje aguardam o júri em liberdade. Os réus são Edilson Soares Rodrigues, Tairone César da Silva Pereira, André Luiz Carvalho e Jorge José da Silva. Caso sejam condenados, eles poderão pegar uma pena de até 30 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado.