Ceclin
nov 18, 2009 1 Comentário


Juiz tira mandato de prefeito de Paudalho

RICARDO DANTAS BARRETO
O juiz do município de Paudalho, Fernando Menezes, cassou ontem o diploma do prefeito Fernando Moreira (PTB) e, de imediato, diplomou o segundo colocado nas eleições do ano passado, Eufrásio Gouveia Filho (PMDB). O petebista continua no cargo até a posse do adversário, mas ele recorrerá, hoje, junto ao Tribunal Regional Eleitoral, para evitar a saída da Prefeitura. A data da cerimônia será marcada pelo presidente do Legislativo, Zé Dinda (PSB), que é aliado do atual prefeito.

O processo movido por Eufrásio corria desde setembro de 2008, sob alegação de que Fernando Moreira teria praticado abuso de poder econômico. Já o petebista alega que a sentença do juiz foi por ter reprovado as contas da campanha eleitoral. “O próprio juiz aprovou e agora voltou atrás”, protestou o prefeito. O caso tramita sob segredo de justiça.

Segundo colocado com cerca de 10.900 votos, Gouveia administrará Paudalho pela segunda vez. O primeiro mandato foi entre 1993 e 1996. Ontem, logo após ser diplomado, ele já se reuniu com aliados para traçar os próximos passos e até a montagem do secretariado. Além do peemedebista, Terezinha Bandeira (DEM) assumirá a vice-prefeitura – o atual Flávio Lira (PRB) também perde o mandato.

Fernando Moreira, contudo, se mostrava otimista em permanecer prefeito, argumentando que o mandato não foi cassado, mas o diploma. “O juiz diplomou o segundo colocado, mas a posse depende da Câmara, que tem 48 horas para ser comunicada da sentença e marcar uma sessão extraordinária. Até isso acontecer continuo prefeito. É o tempo que teremos para ganhar o recurso. E se ele tomar posse, só ficará um ou dois dias no cargo. Estamos tranquilos, porque o nosso direito é muito bom”, disse o petebisa, que obteve pouco mais de 12.100 votos.

(Folha de Pernambuco).