Ceclin
abr 28, 2009 2 Comentários


Jogador do Central morre em acidente

Publicado em 28.04.2009

Engavetamento provocado por protesto por conta de um atropelamento matou o volante Jardel, 25 anos, e deixou feridos outros três jogadores do time caruaruense, na descida da Serra das Russas

Um acidente envolvendo quatro caminhões e três carros-passeio, na descida da Serra das Russas, em Pombos, Zona da Mata, matou o volante do Central Jardel Gomes da Silva, 25 anos, e deixou pelo menos outros três atletas feridos. Jardel estava em um Corsa, placa KIT 7100, com outro jogador do clube caruaruense de futebol – o lateral Adeildo Dias da Silva, 29.

Segundo relato do policial rodoviário federal Edeval Carlos de Souza Júnior, o acidente teria sido provocado por um protesto contra o atropelamento de uma mulher em Pombos, ocorrido por volta das 18h de ontem. Os moradores fecharam a BR-232, provocando um grande congestionamento. Na altura do km 59 da rodovia, às 20h, o caminhão Mercedes 2428, de placa KLL 3802, bateu de leve em um gol, depois em um Corsa onde estavam dois outros jogadores do Central (o meia Heider Dias Sotero, 22 anos, e o atacante Cláudio Elias Romão), deixando-os feridos, e por fim, arrastou o Corsa onde estava Jardel e Adeildo ao longo da lateral do caminhão-tanque placa KKE 0124. O carro dos jogadores ficou imprensado entre os dois veículos de carga. O trânsito, interrompido por cerca de uma hora.

Só por volta das 23h as equipes de resgate conseguiram retirar o corpo de Jardel do veículo, usando escavadeiras e correntes para afastar o caminhão Mercedes. Adeildo Dias da Silva foi levado para o Hospital da Restauração, no Recife. Pelo menos sete viaturas do Corpo de Bombeiros, Samu e Polícia Rodoviária Federal participaram do resgate.
Em contato por telefone com o Blog do Torcedor, Cláudio disse que foi de carona para o HR. Ele acrescentou que estava com escoriações leves. Já Heider levou um corte profundo no rosto, enquanto Adeildo pode ter fraturado as pernas.
Jardel foi o segundo jogador de futebol pernambucano morto em acidente de carro em apenas dois dias. No domingo de manhã, o zagueiro e capitão do Salgueiro, Francisco Alisson Pereira dos Santos, conhecido como Alisson, de 30 anos, morreu de parada respiratória, após um acidente na tarde de sábado, quando voltava de Juazeiro (BA) para Salgueiro.
(Jornal do Commercio).
LEIA TAMBÉM: