• Ceclin
jul 26, 2011 7 Comentários


Joaquim Lira assume a presidência do PSD em Vitória de Santo Antão

Ontem, foram definidos 11 diretórios na RMR, Zona da Mata, Agreste e Sertão. Filho do Prefeito Elias Lira de Vitória, Joaquim Lira assume o PSD no Município.

Depois de eleger os dirigentes dos 11 diretórios municipais no Estado, o recém-criado PSD se prepara para a próxima etapa. A legenda irá formalizar, amanhã – na sede provisória do partido, localizada em Boa Viagem – o nome do ex-deputado federal André de Paula como presidente estadual da sigla.
O passo seguinte será a entrega das assinaturas de apoiamento no Tribunal Regional Eleitoral para, enfim, oficializar o partido. “Nós estamos muito otimistas, estamos cumprindo todo o cronograma com antecedência. Isso nos dá muita alegria, muito otimismo”, disse André de Paula, depois da escolha dos presidentes municipais.

Os nomes escolhidos para os diretórios municipais foram: Antônio Correia (São Lourenço da Mata ), João Batista de Moura (Pedra), Joaquim Lira (Vitória de Santo Antão), Jorge Luís (Ribeirão), Hildo Bezerra (Pesqueira), José Flávio (Chã Grande), Paulo Araújo (Goiana), Roberto Luís (Cumaru), Cláudia Alves (Verdejante), Carlos Anderson Barbosa (Sâo José da Coroa Grande) e Dé de Cumaru (Taquaritinga do Norte). Em algumas das cidades, o partido deverá lançar candidaturas próprias para a disputa majoritária do próximo ano. No entanto, nenhum dos dirigentes locais é pré-candidato.

Nas maiores cidades da Região Metropolitana, o PSD adotou uma estratégia para conceder mais espaço às pessoas que possam ingressar na legenda. “Nós preferimos deixar para formalizar os diretórios nas maiores cidades depois da oficialização do partido. Tem muita gente que virá e aí poderá fazer parte dos diretórios municipais. Foi uma recomendação em todas as capitais”, explicou.