Ceclin
Maio 18, 2021 0 Comentário


Iterpe anuncia em Goiana conjunto de ações do Propriedade Legal

O presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), Henrique Queiroz, anunciou um conjunto de ações de acesso à terra voltado aos agricultores familiares que vivem em áreas rurais do município de Goiana, no domingo (16.05), durante reunião realizada pelo Instituto junto com representantes do Grupo Independente do Movimento Agrário (Gima).

As ações, que englobam regularização das áreas rurais, escoamento da produção, entre outras melhorias levantadas como prioritárias pelas famílias rurais, foram anunciadas pelo presidente, junto com o gestor de Reordenamento Agrário do Iterpe, Marco Dubeux.

A reunião representou o compromisso do Iterpe em atender as demandas dos movimentos sociais e promover as ações do Propriedade Legal no Município, programa do Governo de Pernambuco que visa a entrega de 65 mil títulos de propriedade, somando os beneficiários que vivem em áreas rurais e urbanas. “O Iterpe está diariamente recebendo as demandas das famílias rurais, por meio dos movimentos sociais ligados à questão agrária, e discutindo conjuntamente as soluções para que tenham terra para trabalhar e meios para produzir”, afirmou Henrique Queiroz.

Sertão de Itaparica

A equipe do Iterpe realizou regularização do quadro social e vistoria técnica da produção agrícola de quatro Unidades Produtivas, localizadas no município de Itacuruba, na segunda quinzena de abril. As áreas vistoriadas são organizadas por meio das associações de produtores rurais: Lealdade; Maria Preta; Poço do Boi e Jovens Belemitas, que são Unidades Produtivas beneficiadas pelo conjunto de ações do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), voltadas para a agricultura familiar, como o Pronaf, PNAE, PAA.

O Programa Nacional implementado em 2003, visa conceder financiamentos com baixos juros às famílias de agricultores sem-terra (ou com pouca), para que consigam comprar seu imóvel rural e sustentar suas famílias.