Ceclin
jul 10, 2014 0 Comentário


Invasão de terreno atribuída a políticos vira caso de Polícia em Vitória de Santo Antão

Uma invasão foi caracterizada em flagrante pela Polícia Militar num terreno que fica defronte a Casa da Criança, às margens da Rodovia PE 45, situado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado. A ocorrência acabou registrada na Delegacia de Vitória, após reclamação que partiu da entidade, que é responsável em prestar serviços sociais no Município. Segundo informações colhidas em depoimentos registrados no Boletim de Ocorrência, apontam o envolvimento do Vereador Edmilson Zacarias (Novo da Banca), ligado ao Prefeito de Vitória Elias Lira (ambos do PSD).

A acusação aponta que o parlamentar contratou trabalhadores autônomos para efetuar a invasão deste terreno, pelo qual sofreu intervenção por conta do andamento da obra que tem prejudicado o patrimônio da instituição, tendo em vista que o muro da Casa da Criança foi danificado, conforme denúncia publicada neste Blog recentemente (confira AQUI).

A pedido da ONG Casa da Criança, a Polícia Militar esteve no local e conseguiu deter dois homens que executavam na área o serviço de aterramento com barro. Encaminhados até o complexo policial, ambos afirmaram prestar o serviço ao Vereador Novo da Banca. Por sua vez, o parlamentar declarou a autoridade policial que esta área pertence ao mesmo após o Prefeito Elias Lira ter lhe doado. Segundo informações colhidas junto a autoridade policial, Novo da Banca teve o terreno doado pela Prefeitura da Vitória de Santo Antão. A Casa da Criança aguarda agora o posicionamento da Justiça e lamentou a invasão de sua propriedade.

Um representante de uma empresa vitoriense (que pediu para não ter o nome divulgado) também compareceu a Delegacia de Vitória para reclamar sobre o mesmo assunto. Segundo a denúncia relatada no Boletim de Ocorrência, o Vereador está sendo apontado como o responsável por mais uma invasão, desta vez, no Bairro de Caiçara, área urbana da cidade.

Confira o trecho da Casa da Criança:

“(..) Será que Vitória de Santo Antão está no tempo da Colonização do Brasil? Será que nossas leis só são para os pobres? Crianças e Adolescentes são prioridades em nossa cidade como preconiza o ECA? As autoridades competentes tomaram as medidas cabíveis? Será que derrubar o muro da instituição é dano? Invasão de terras de faixas lindeiras é lícito?

Nós da CASA DAS CRIANÇAS não tínhamos o nome das pessoas que prejudicaram a nossa entidade, infelizmente agora após a denúncia de pessoas envolvidas, ficamos muito tristes por termos indícios segundo relatados no BO de um vereador que deveria defender os direitos do povo como ORGÃO FISCALIZADOR. Acreditamos nos poderes constituídos e na Justiça, e que crianças e adolescentes são prioridade absoluta! Pois nós que fazemos parte do Sistema de Garantia de Direitos do Estado de Pernambuco temos a certeza que uma Instituição com 08 anos de existência, participante e atuante em garantias de direito não podemos ser negligenciadas de tal fato”.