Ceclin
jun 20, 2013 0 Comentário


Interior de Pernambuco também adere a onda de protestos em todo o País

Garanhuns, Caruaru, Petrolina, Petrolândia, Nazaré, Gravatá e Vitória de Santo Antão já articulam o movimento

Manifestação de jovens em Vitória de Santo Antão bloqueou a Av. Mariana Amália, no Centro.

Os municípios do Interior do Estado também aderiram a onda de protestos que tem acontecido nas capitais de todo o País. Integrantes de diversos movimentos sociais, entidades civis e a população em geral se organizam para irem às ruas, nesta quinta-feira (20), mesmo dia em que acontece a grande parada. Em Garanhuns, no Agreste, o protesto acontece a partir das 16h, com concentração de frente ao Parque Euclides Dourado, no bairro Heliópolis. Está programada uma caminhada pacífica pelas principais ruas da cidade. A organização do movimento espera que cerca de 10 mil pessoas compareçam.

Em Petrolina, no Sertão, o protesto também está marcado para esta quinta, às 15h, no Vale do São Francisco. A organização conta com mais de cinco mil pessoas confirmadas para a manifestação. Em Nazaré da Mata, na Zona da Mata, representantes de várias entidades civis preparam a 1ª Manifestação ‘#VamosMudaroBrasil’ para às 17h. A concentração será no Parque dos Lanceiros, no centro da cidade.

Moradores de Petrolândia, no Sertão, também organizam um movimento. No município, o protesto está marcado para esta sexta-feira (21), às 9h, com concentração no mercado público da cidade. Em Pesqueira, as manifestações já começam hoje. Está marcada para às 19h, uma caminhada pacífica que deve reunir mais de 2 mil pessoas, entre eles estudantes, professores, servidores da saúde e população em geral.

Em Caruaru, também no Agreste do Estado, os manifestantes se organizam para protesto neste sábado (22), às 8h, em frente ao Grande Hotel, no centro, com destino ao Marco Zero de Caruaru. Nas redes sociais, mais de duas mil pessoas já confirmaram presença na manifestação.

Ontem (19), foi a vez da primeira iniciativa desta pauta em Vitória de Santo Antão, bem na hora do jogo da Seleção brasileira na Copa das Confederações. Cerca de 100 pessoas circularam pelas ruas do Centro da cidade em protesto, a maioria estudantes. Durante a manifestação, os ativistas bradaram o Hino Nacional e gritos de guerra, além de segurar cartazes com algumas reivindicações, dentre elas o cumprimento da meia passagem nos coletivos de Vitória. Um novo ato foi marcado para quarta-feira (26), às 14h, em defesa da meia passagem todos os dias. O local de concentração será também na Av. Henrique de Holanda, próximo a agência dos Correios.

Os jovens de Gravatá, no Agreste, também se mobilizam pelas redes sociais para uma atividade nesta sexta-feira (21), às 17h, na Av. Cleto Campelo, batizado de “Chegou a hora Gravatá!”, conforme banner que circula no Facebook.