Ceclin
Maio 13, 2021 0 Comentário


Inscrições abertas para programa Juventude Empreendedora 2.1 em PE

Governo de Pernambuco deu início às mobilizações para garantir a participação da juventude na atividade

Estão abertas as inscrições para o programa Juventude Empreendedora 2.1 em Pernambuco. A iniciativa vai capacitar jovens entre 17 e 29 anos para se tornarem empreendedores, com oferta de atividades online entre os dias 24 e 28 de maio, das 18h às 22h. As inscrições para o programa, que é executado pelo Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE), em parceria com a Besouro Agência de Fomento Social e com o Fórum da Juventude da CPLP, já podem ser realizadas gratuitamente pelo www.juventudeempreendedora.com

O termo de adesão e lançamento pelo Governo de Pernambuco, que vai mobilizar jovens de todos os municípios, foi feito  durante atividade online da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, através do Youtube, na manhã da quinta-feira (13.05). Na ocasião, também foi feita a apresentação da programação do projeto Casa Virtual para 2021, que tem como objetivo ofertar atividades culturais e profissionalizantes de forma virtual para juventude.

O lançamento foi feito pelo secretário-executivo de Políticas para Criança e Juventude, Eduardo Vasconcelos, com a presença do presidente do Conselho Nacional do Juventude (Conjuve), Marcus Barão. “O Programa Juventude Empreededora 2.1 surge como resposta imediata para agora, qualificação de renda dos jovens. Lançamos o projeto em nova plataforma e em outros países de língua portuguesa, sendo nove países em quatro continentes“, comentou o presidente do Conjuve.

Na ocasião, o secretário executivo Eduardo Vasconcelos destacou a importância da Casa Virtual 2021, que também foi lançada. “Com a pandemia, criamos a Casa Virtual para ser instrumento das Casa de Juventudes e nos fazer presente em todos os cantos do Estado para levar informação, qualificação e oportunidade para nossa juventude”, complementou.

O evento contou ainda com a participação do secretário executivo de Trabalho e Qualificação da SETEQ, Álvaro Jordão; professor da UFRPE, Humberto Miranda; professor Vinícius Lima e do gerente de Políticas de Juventude da SDSCJ e idealizador do Projeto Casa Virtual, Antônio Mendes, que lançou a edição 2021.

Balanço – Desde a sua criação, em 2019, o programa Juventude Empreendedora contabilizou 30 mil inscritos; 27 mil alunos certificados como empreendedores; e impactou mais de 100 mil pessoas direta e indiretamente no Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

O Conselho Nacional da Juventude – O CONJUVE é a plataforma oficial de representação juvenil do Brasil. Ele foi criado como órgão autônomo em 2005 pela Lei 11.129, e reúne algumas das principais organizações da sociedade civil e lideranças juvenis do País, além de representantes do Poder Público. Entre as suas atribuições está a de formular e propor diretrizes da ação governamental voltadas à promoção de políticas públicas de juventude, desenvolver estudos e pesquisas sobre a realidade socioeconômica dos jovens, articular, engajar e mobilizar redes e organizações juvenis, e promover o intercâmbio entre as organizações juvenis nacionais e internacionais.